Mesa Brasil Sesc distribui três toneladas de cestas básicas

Friburgo é um dos 22 municípios atendidos por força-tarefa que levará 75 toneladas a mais de 17 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social
sexta-feira, 23 de julho de 2021
por Jornal A Voz da Serra
Bráulio Rezende, presidente do Sincomércio: reforço valioso
Bráulio Rezende, presidente do Sincomércio: reforço valioso

Depois de percorrer o estado do Rio em abril, maio e junho, distribuindo 60 toneladas de hortifrutigranjeiros, o Mesa Brasil - programa de segurança alimentar e nutricional do Sesc RJ – voltou à estrada esta semana. Desta vez, a meta é entregar cinco mil cestas básicas (75 toneladas de alimentos) em 22 municípios. A estimativa é que os donativos atendam a mais de 17 mil pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Os primeiros municípios atendidos nesta semana foram Conceição de Macabu e Teresópolis. Ontem, 22, foi a vez de Nova Friburgo, que recebeu três toneladas em cestas básicas, numa ação que contou com o apoio do Sindicato do Comércio Varejista do município (Sincomércio). O presidente da entidade, Braulio Rezende, ressaltou a importância da distribuição de alimentos pelo Mesa Brasil para famílias em situação de vulnerabilidade social, que neste momento enfrentam ainda mais dificuldades em função da pandemia. Ele lembrou que muitas delas estão cadastradas no programa e já são assistidas ao longo do ano, mas acentuou que a entrega das cestas nesta quinta-feira significou um reforço valioso, que pode minimizar o sofrimento de quem vive sob o temor da fome.

“Em abril, o Mesa Brasil doou em Nova Friburgo cinco toneladas de hortifrutigranjeiros e, agora, são três toneladas de produtos secos, que contribuem para o sustento de centenas de famílias. Trata-se de uma ajuda relevante, uma iniciativa de expressiva repercussão social”, comentou. O presidente do Sincomércio fez questão ainda de agradecer à Fecomércio (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do estado) e ao Sesc RJ pela atenção dispensada a Nova Friburgo: “Sabemos que o cenário atual é complexo para todos, aí incluídas as entidades do comércio, e que manter um programa como o Mesa Brasil se torna um imenso desafio. Somos profundamente gratos por esse esforço que a Fecomércio e o Sesc empreenderam em benefício da nossa cidade”, assinalou Braulio Rezende.

As cestas são compostas por itens como arroz, feijão, macarrão, salsicha, molho de tomates, farinha de mandioca, fubá de milho, óleo, açúcar, café, biscoitos, entre outros. Os alimentos são arrecadados junto a empresas parceiras do programa, que atua como uma ponte entre quem pode doar e quem precisa receber. A distribuição nos municípios é feita a entidades socioassistenciais, como creches, abrigos e asilos, com o apoio dos sindicatos varejistas locais.

Rio de Mãos Dadas

A ação ontem em Nova Friburgo integrou a campanha Rio de Mãos Dadas, conjunto de iniciativas do Sistema Fecomércio (Sesc e Senac RJ) que visam envolver as pessoas em um clima de positividade e esperança em 2021. Além da doação de alimentos, a campanha engloba uma série de ações, com participação dos setores público e privado, para incentivar a retomada da confiança dos fluminenses frente à pandemia da Covid-19. Ao longo do ano, estão previstas iniciativas como edital de cultura, intervenções urbanas, exposições itinerantes, maratonas virtuais, iniciativas voltadas para empresários, cursos adaptados ao “novo normal”, entre outras. 

A campanha é simbolizada por esculturas em formato de mãos que se unem, representando a esperança da retomada de contatos, planos e afetos. Com 2 metros de altura e personalizadas por dez artistas, as obras estão circulando por municípios do estado. A escultura está baseada na Praça Dermeval Barbosa Moreira até amanhã, 24.   

Mesa Brasil Sesc 

O Mesa Brasil Sesc RJ atua há 20 anos no combate à fome e ao desperdício, recolhendo doações de alimentos não perecíveis e in natura de empresas e organizações e os distribuindo a instituições socioassistenciais cadastradas, como creches, abrigos e asilos, entre outros. Além disso, orienta os cozinheiros dessas entidades a aproveitar integralmente os alimentos, utilizando de forma criativa e saborosa partes que tradicionalmente são descartadas. O programa atua ainda em situações de calamidade, como desastres naturais. Desde o início da pandemia até o último dia 8 foram doadas mais de 2,9 mil toneladas de alimentos.

 

LEIA MAIS

Feijoada será servida das 11h às 14h na modalidade drive-thru

Unidade funciona em um prédio anexo ao Hospital Raul Sertã, de segunda a sexta, das 8h às 11h30

Entre os itens estão cadeiras, poltronas, gaveteiros, armários, mesas, estantes, TVs, bebedouros, impressoras e geladeiras

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra