Sobre a prática da educação emocional no CEC

sábado, 15 de fevereiro de 2020
por Adriane Fernandes*, especial para A VOZ DA SERRA
Adriane Fernandes, diretora do Centro Educacional Conselheiro - CEC (Arquivo pessoal)
Adriane Fernandes, diretora do Centro Educacional Conselheiro - CEC (Arquivo pessoal)

A educação socioemocional se tornou um tema tão relevante que foi incluída entre as competências gerais da BNCC - Base Nacional Comum Curricular, documento que define conteúdos, competências e habilidades que os alunos brasileiros têm o direito de aprender nas escolas.

Desenvolver habilidades socioemocionais não significa abrir mão dos conteúdos de cada matéria, pelo contrário, esse estímulo apoia e auxilia a aprendizagem do aluno, fazendo com que ele perceba como, quando e onde aplicá-los na resolução de problemas em nossas vidas. São habilidades que promovem o trabalho em equipe, melhoram o desempenho escolar, reduzem a ansiedade e a depressão, encorajam o convívio com as diferenças, prevenindo o bullying e auxiliando na superação dos desafios.

O Projeto Socioemocional do Centro Educacional de Conselheiro - CEC trabalha essas habilidades na Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio, com aulas semanais, material adequado à faixa etária, num ambiente favorável para desenvolvimento do aluno.  

Na Educação Infantil, ajudamos as crianças a conhecerem as emoções básicas: alegria, tristeza, medo, raiva e amor. Através de histórias, com a utilização de fantoches e músicas, as crianças são apresentadas a situações vividas em seu dia a dia, ficando à vontade para compartilharem suas experiências, entendendo os sentimentos e o que fazer com eles.

No Ensino Fundamental Anos Iniciais, os alunos são capazes de nomear e reconhecer sentimentos mais complexos: ciúme, frustração, arrependimento, entre outros. Trabalhamos com autorregulação, autoconhecimento, empatia e relacionamento, por meio de histórias, personagens e jogos.

No Ensino Fundamental Anos Finais, os alunos vivenciam grandes mudanças geradas pela adolescência. Nesse contexto, torna-se indispensável o desenvolvimento das habilidades socioemocionais: as aulas se dividem em jogos, projetos e séries audiovisuais totalmente voltadas para situações típicas da faixa etária.

No Ensino Médio, apostamos no protagonismo do aluno e abrimos espaço para uma reflexão sobre suas escolhas pessoais e profissionais. Temos como objetivo guiar os jovens no processo de tomada de decisão e na vivência de novas experiências.

O foco do CEC é preparar nossos alunos de forma integral, que em breve estarão inseridos no mercado de trabalho e poderão fazer a diferença em nossa sociedade.

“Queremos formar médicos? Sim, mas que não deixem os doentes morrerem na porta do hospital. Queremos formar engenheiros e advogados? Sim, mas que não estejam envolvidos em corrupção. Queremos formar pessoas éticas!”, enfatiza o diretor José Carlos Corrêa Jr. 

No CEC temos um espaço adequado a cada faixa etária, para que tenham um ambiente saudável, confortável e acolhedor. Em 2020, inauguramos um espaço exclusivo e uma proposta inovadora com horários adaptados para os alunos do Ensino Médio, com salas modernas e confortáveis, um ambiente de convivência estruturado com geladeira, microondas, Smart TV, sofás e puffs que possibilitam nossos alunos permanecerem na escola durante todo o dia.

Ver adolescentes deixando os celulares de lado para conversar, se divertir, interagir e promover grupos de estudos virou uma realidade em nossa escola.

*Adriane Fernandes é diretora do Centro Educacional Conselheiro - CEC (@escolacec nas redes sociais)

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: