Censo 2021: IBGE é autorizado a fazer novo concurso para mais de 207 mil vagas

Maior número de vagas é para recenseador: 183.100. Processo seletivo havida sido cancelado devido à pandemia
sábado, 30 de janeiro de 2021
por Jornal A Voz da Serra
Censo 2021: IBGE é autorizado a fazer novo concurso para mais de 207 mil vagas

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) fará um novo concurso este ano. O  prazo de duração da contratação deverá ser de até um ano. Já o prazo para publicação do edital de abertura de inscrições para o processo seletivo simplificado será de até seis meses, contado a partir desta sexta-feira, 29, ou seja, até 29 de julho deste ano.

Ao todo, estão previstos dois editais para o concurso do IBGE. Desta vez, no entanto, todas as autorizações foram dadas em uma única portaria. A primeira seleção terá mais de 207 mil vagas temporárias, com os mesmos cargos que foram oferecidos no edital de 2020, suspenso devido à pandemia de Covid-19. Neste caso, no entanto, o novo aval traz menos 1.675 oportunidades, já que em 2020 foram 208.695 vagas e, agora, serão 207.020 chances. A redução ocorreu principalmente no cargo de agente censitário supervisor, que passou de 22.676 para 18.420 postos.

Por outro lado, os cargos de agente censitário municipal e recenseador tiveram um acréscimo no número de vagas, passando de 5.462 e 180.557 oportunidades, para 5.500 e 183.100, respectivamente. A autorização também inclui o segundo edital que será publicado pelo Instituto para a realização do Censo 2021. Neste caso, permanecem as 192 vagas anteriormente autorizadas para as carreiras de agente censitário de pesquisa por telefone - nível médio (180 oportunidades); e supervisor censitário de pesquisa e codificação - nível superior (12). Além do aval para o posto de codificador, que exigirá o nível médio dos candidatos. Para esse cargo estão autorizadas 120 vagas.

Desta forma, o presente concurso contará com 207.332 vagas ao todo. Com o novo aval, um novo processo de escolha da banca pode ser realizado. Desta forma, o Cebraspe seria uma das bancas mais cotadas para organizar o primeiro edital, já que em 2020 a banca foi a escolhida. 

Para o segundo edital, o processo de escolha da banca já está em andamento. As remunerações serão definidas pelo IBGE. As contratações dos aprovados devem ocorrer a partir de julho deste ano, para todos os cargos. A exceção será para o codificador, que tem previsão de contrato após fevereiro de 2022.
 

Sobre as provas
 

Em 2020, as provas objetivas do primeiro concurso do IBGE estavam programadas para o mês de maio, em dois dias diferentes. Os exames seriam realizados nos 26 estados mais o Distrito Federal. Além disso, seria possível se inscrever para concorrer a vagas de outros estados ou municípios. Nesse caso, o candidato realizaria a prova em sua cidade/estado e, caso fosse aprovado, seria convocado para atuação na região de interesse.

Mesmo com a suspensão do concurso, assim que o primeiro edital for publicado, é possível que ele mantenha o mesmo modelo de provas. Sendo assim, a avaliação pode contar com as seguintes disciplinas:

 

Agentes - 60 questões

  • Língua Portuguesa (10);

  • Raciocínio Lógico Quantitativo (10);

  • Ética no Serviço Público (05);

  • Noções de Administração/Situações Gerenciais (15); e

  • Conhecimentos técnicos (20).
     

Recenseador - 50 questões

  • Língua Portuguesa (10);

  • Ética no Serviço Público (05);

  • Matemática (10); e

  • Conhecimentos técnicos (25).

 

Os recenseadores, que contam com mais de 180 mil vagas, visitam todos os domicílios do país e coletam informações através de uma entrevista direta. O contrato dos agentes tem duração de cinco meses, enquanto o recenseador deve trabalhar, inicialmente, por três meses.

 

Resumo sobre a seleção

  • Cargos: agente censitário municipal e supervisor, recenseador, agente censitário de pesquisa por telefone, supervisor censitário de pesquisa e codificação e codificador

  • Vagas: 207.332 temporárias

  • Requisito: níveis fundamental, médio e superior

  • Remuneração: a partir de R$ 2.158

  • Editais: previstos para 2021

 

Distribuição de vagas

  • Agente Censitário Municipal (nível médio): 5.500

  • Agente Censitário Supervisor (nível médio): 18.420

  • Agente Censitário de Pesquisas por Telefone (nível médio): 180

  • Supervisor Censitário de Pesquisas e Codificação (nível superior): 12

  • Recenseador (nível fundamental): 183.100

  • Codificador Censitário: 120

 

(*Para mais informações consulte a Folha Dirigida)

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: