Aulas na rede estadual recomeçam nesta segunda

Retorno das atividades será no modelo híbrido ou somente remoto
sábado, 24 de julho de 2021
por Jornal A Voz da Serra
Aulas na rede estadual recomeçam nesta segunda

Nesta segunda-feira, 26, recomeçam as aulas na rede estadual de ensino do Rio de Janeiro seguindo o modelo híbrido (remoto e presencial) ou somente remoto, conforme prevê a resolução 5.930, publicada em 23 de abril. O documento estabelece protocolos e orientações para o atendimento nas escolas públicas e privadas do sistema estadual de ensino. Assim, as atividades estarão condicionadas às bandeiras de classificação de risco da Secretaria estadual de Saúde e aos decretos municipais. Mediante a isso, caberá aos estudantes, pais ou responsáveis, a opção pelo retorno presencial ou a permanência somente no ensino remoto.

No que se refere aos protocolos sanitários, para segurança dos estudantes e servidores, a Secretaria estadual de Educação (Seeduc) continua observando e cumprindo as medidas definidas na resolução 5.873 de 1º de outubro de 2020, da Seeduc. O documento estabelece as adequações necessárias para a oferta das atividades presenciais em todas as unidades escolares. As escolas mantêm a organização dos espaços para garantir o distanciamento exigido e todas as medidas de higiene necessárias. Além disso, nas escolas e unidades administrativas da pasta são afixados cartazes com os protocolos de segurança.   

Sobre o ensino híbrido (presencial e remoto)

Vale ressaltar que de acordo com a resolução 5.930, em caso de bandeiras vermelha e roxa, as unidades escolares da rede pública estadual funcionarão apenas para atividades administrativas, como a retirada de material pedagógico e do kit alimentação, além de entrega de documentos e matrícula de alunos. As aulas, nesses casos, acontecerão somente de forma remota. Em Nova Friburgo não há mais classificação de risco de contágio pelo coronavírus por cores. Vale no município a bandeira definida pelo governo do estado do Rio para cada região fluminense. 

Já a partir das bandeiras de risco laranja, amarela e verde, as escolas estaduais poderão desenvolver atividades pedagógicas com os estudantes que tenham interesse em frequentar aulas presenciais, mediante a capacidade física da unidade, em sistema de rodízio, respeitando as normas de distanciamento.

Sobre o ensino remoto

Para a oferta do ensino remoto, além do material didático impresso produzido pelos professores da rede, as aulas também acontecem pelo aplicativo Applique-se. Na ferramenta o usuário pode navegar 24 horas, nos sete dias da semana, sem utilizar seu pacote de dados. São mais de 6,5 mil materiais pedagógicos, entre videoaulas, podcasts e orientações de estudo. A ferramenta também disponibiliza acesso ao Google Classroom.  

A Seeduc também lançou a metodologia “storytelling” para o Applique-se.  A proposta, inovadora na rede, oferecerá conteúdos pedagógicos com uma narrativa diferenciada nos componentes curriculares de Língua Portuguesa e Matemática. Os alunos poderão aprender os conceitos básicos dos componentes curriculares por meio de contação de histórias, de gameficação e de jogos interativos em complemento ao material escrito e aos podcasts. Os alunos também podem acompanhar o conteúdo por meio de material impresso disponibilizado pelas unidades escolares, além da utilização do livro didático.  

 

Em Nova Friburgo, rede municipal em férias até 2 de agosto 

 

Segundo a Secretaria Municipal de Educação de Nova Friburgo, ao todo, 43 escolas da rede municipal já retomaram as aulas presenciais, mas no momento encontram-se em férias. O recesso de meio de ano teve início no último dia 16 e vão até 2 de agosto. 

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: