Indicadores estão longe

quinta-feira, 26 de abril de 2018
por Jornal A Voz da Serra

UMA NOVA edição de um estudo da Fundação Abrinq, divulgada recentemente mostra que os indicadores sociais relacionados às crianças e adolescentes brasileiros pouco mudaram e estão longe de atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU) para 2020.

O DOCUMENTO REÚNE 20 indicadores sociais, como mortalidade, gravidez na adolescência, escolaridade, creche, trabalho infantil, saneamento básico, violência, entre outros. Avaliando cada um deles, é possível verificar que a pobreza e a desigualdade estão presentes em todos.

ENTRE OS BRASILEIROS de até 14 anos, 40% vivem na pobreza. O cenário é pior no Nordeste e no Norte, com, respectivamente, 60% e 54% de jovens nessa situação. A extrema pobreza (renda de até R$ 238,50 per capita/ano) atinge 5,8 milhões de crianças e adolescentes.

CERCA DE quatro milhões de jovens moram em favelas. Aí, muitos deles são recrutados pelo trabalho infantil, quando não vão parar no tráfico de drogas. Em 2016, 18,4% dos homicídios no Brasil tiveram como vítimas menores de 19 anos, 80,7% deles assassinados por armas de fogo.

NO PAÍS, 17,5% das adolescentes foram mães antes dos 19 anos. Crianças e mães não recebem cuidados adequados de saúde. A mortalidade materna e infantil é alta. O aleitamento materno não é exclusivo. Faltam creches para 70% das crianças que precisam delas. Entra governo, sai governo, as propagandas oficiais mostram as exceções.

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: