Embarcação segura, o Caderno Z move as emoções de A VOZ DA SERRA!

Elizabeth Souza Cruz

Elizabeth Souza Cruz

Surpresas de Viagem

A jornalista-poeta-escritora-trovadora-caçadora de cometas Elisabeth Sousa Cruz divide com os leitores, todas as terças, suas impressões a bordo do que ela carinhosamente chama de “Estação Caderno Light”, na coluna Surpresas de Viagem.

terça-feira, 11 de junho de 2019

O Caderno Z é uma sequência de temas que, se juntássemos numa encadernação, daria para fazer uma enciclopédia e tanto. Sem exagero algum, pois quanto temos aprendido com suas edições. De olho nas datas, não perdemos o calendário e sobre o Dia dos Namorados eu já desconfiava ser uma criação publicitária para incrementar as vendas no comércio. Dito e feito: o publicitário João Dória, pai do conhecido político, em 1948 teve a ideia, escolhendo a véspera do Dia de Santo Antonio para os festejos dos apaixonados. O slogan “não é só com beijos que se prova o amor” agradou em cheio e eternizou a data e as compras, pois, amor também se paga com presentes.

Contudo, nessa história toda, é lindo ver os casais perpetuando relacionamentos. Walter José e Josanne Marchon “descobriram a fórmula secreta” e estão juntos festejando 38 anos de união e não guardam o segredo – “diálogo franco, a sinceridade e o estar junto”. Da mesma fórmula, compartilham Reynaldo e Vera Freire – “Conhecimento e compreensão. Expectativas realistas...”. Em “Casório à Vista”, do blog ao tempo real, o que nós esperamos, de verdade, é o casório de Felipe Basílio e Karine Knust. Não é cobrança, viu, queridos! As coisas estão caminhando com a modernidade e já existe até formação na “Escola de Celebrantes do Brasil”, com “habilitação para casamentos com efeito civil”. Seja do jeito que for, como destaca Wanderson Nogueira – “Amor é simplesmente amor – simples assim”. Feliz Dia dos Namorados para quem está enamorado. O amor é ilimitado e abrange um universo incrível de amores. Love is all!

Compras e presentes são duas coisas que não combinam com desemprego. E a boa notícia é que nossa cidade “voltou a gerar empregos com carteira assinada em abril” e segundo o Caged, Nova Friburgo tem “um saldo positivo de 661 empregos”. Mesmo assim, ainda perde para 2018, quando foram gerados de janeiro a abril, 936 contratos de carteira assinada. De qualquer forma, tem que sobrar um dinheirinho para os namorados.

O frio está botando as manguinhas de fora e já teve gente fotografando termômetro no Centro, marcando 4 graus de madrugada. Que o frio está aí, isso é incontestável, mas que há ocasiões em que o termômetro parece “descalibrado”, isso é fato e, geralmente, para menos. Afinal, que graça teria um termômetro no verão marcando 35 graus na “Suíça Brasileira”? Espantaria o turista que vem fugir das altas temperaturas.

“Marlon sempre foi muito atentado, para segurar aquele moleque não era fácil, não”. A frase é de Pablo Barros, amigo de infância do lutador Marlon Moraes. As expectativas da luta no sábado foram as melhores, com direito a evento na Praça Dermeval Barbosa Moreira, telão e atrações como food trucks. Mamãe dizia em todas as situações – o melhor da festa é esperar por ela. Nada se perde, tudo se renova!

12 de junho é celebrado pelos namorados, mas, a data é também o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil. O destaque está em Massimo, que ainda traz uma reflexão – “Investir na educação para a primeira infância é a melhor estratégia anticrime”. Outra data é o Dia Mundial Contra a Agressão Infantil, 4 de junho. E mesmo assim, os casos de violência contra as crianças aumentam em 30% na cidade. Inadmissível...

Nas “Sociais”, Adriana Oliveira dá um show de graça e beleza, festejando aniversário neste 10 de junho. Lindona como sempre, e muito querida, vivas para ela! Em “Há 50 Anos” criticava-se a construção de um viaduto na cidade. A novidade assustava e agora vemos que precisamos de mais uns dez para dar conta do trânsito caótico. Enquanto isso, o Ministério Público abre inscrições para a audiência pública sobre a Praça Getúlio Vargas. As vagas são limitadas e é bom garantir, desde já, o seu lugar.

A vida é essa coisa louca de amor, correrias e saudades. Tudo junto e misturado na modernidade que arrasta a gente daqui e dali. Nada fica estagnado e, mesmo com frio,  é hora de arregaçar as mangas e partir para os seus sonhos. No Pinçado da Internet, David é mestre em nos trazer pérolas, pois “tem gente que se mata cortando os impulsos”.

Publicidade
TAGS:
Elizabeth Souza Cruz

Elizabeth Souza Cruz

Surpresas de Viagem

A jornalista-poeta-escritora-trovadora-caçadora de cometas Elisabeth Sousa Cruz divide com os leitores, todas as terças, suas impressões a bordo do que ela carinhosamente chama de “Estação Caderno Light”, na coluna Surpresas de Viagem.

A Direção do Jornal A Voz da Serra não é solidária, não se responsabiliza e nem endossa os conceitos e opiniões emitidas por seus colunistas em seções ou artigos assinados.