Yetis vai participar da Liga Nacional de Futebol Americano

Equipe deixa o cenário regional e passa a figurar entre as principais instituições de futebol americano do país
sábado, 27 de janeiro de 2018
por Vinicius Gastin
Foto de capa

Da brincadeira de amigos na escola a uma competição de nível nacional. A história do Nova Friburgo Yetis terá algumas das mais belas páginas escritas em 2018, quando a equipe deixa o cenário regional e passa a figurar entre as principais instituições de futebol americano do país. A diretoria dos Homens de Gelo anunciou que vai participar, pela primeira vez, da Liga Nacional de Futebol Americano. O Yetis foi selecionado a partir do histórico favorável de boas participações na Liga Fluminense, a LiFFA, e desta forma disputará a 2ª divisão do esporte.

“Temos essa grande notícia e a oportunidade de crescer a nível nacional. Vamos apresentar o projeto para as empresas, e tentar envolver toda a cidade. Precisamos do apoio de todos para criar a estrutura necessária. Fomos escolhidos para participar do campeonato, o que é motivo de muita alegria”, afirma Paulo Cesar Macedo Junior, presidente do Yetis.

A competição é dividida por regiões e a equipe de Nova Friburgo participará primeiramente da fase que envolve a região Sudeste. Ou seja, deverá viajar para cidades de São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo neste primeiro momento. Caso avance, viagens mais longas estarão no caminho dos Homens de Gelo. Em 2017, Ponte Preta Gorilas, Rio Preto Weilers, Botafogo Challengers, Uberlândia Lobos, Taquaritinga Defenders, Fluminense Guerreiros, Volta Redonda Falcons, Sorocaba Vipers, Piracicaba Cane Cutters, Mooca Destroyers, Juiz de Fora Imperadores, Macaé Oilers, Palmeiras Locomotives, Ocelots FA e Betim Bulldogs foram os times participantes. Os times foram divididos em três grupos.

Os jogadores do Yetis já se preparam para a competição, e o ritmo de treinos é mais intenso. Muitos deles nem tiveram período de descanso desde a última temporada. Reforços serão contratados e virão de algumas equipes da região, e há a possibilidade de trazer um treinador de fora do município. Outro detalhe importante é definir o estádio que será a casa da equipe durante a competição.

“Estamos realizando algumas reuniões e avaliando as possibilidades. O gramado precisa ter as dimensões oficiais, mas também é preciso oferecer uma boa estrutura externa de arquibancadas e serviços. Vamos estudar as possibilidades, mas queremos mandar os jogos em Nova Friburgo”, explicou Paulo Cesar.  

Seletiva

Outra opção encontrada pelo Nova Friburgo Yetis para qualificar o elenco, além da contratação de reforços, é a realização do try out, uma espécie de seletiva para descobrir novos talentos. A novidade deste ano é a realização de duas etapas, e a primeira delas aconteceu na cidade de Macuco, no último final de semana, no campo do Macuco Esporte Clube. O evento atraiu um número razoável de interessados, dentro das expectativas da equipe para uma cidade pouco populosa.

Já neste próximo domingo, 28, o campo da Sociedade Esportiva Friburguense (SEF) recebe a seletiva a partir das 14h. Para participar é cobrada uma taxa, que tem desconto para quem curtir e compartilhar o post da atividade e apresentar um “print” na hora do evento. Do mesmo modo, é cobrada a taxa de R$ 20, com 50% de desconto para quem cumprir o mesmo procedimento descrito, anteriormente.

As inscrições devem ser feitas em um link compartilhado na própria página do Nova Friburgo Yetis, nas redes sociais. Além do nome completo, é preciso preencher dados com altura, peso, nível de conhecimento sobre o esporte e posição de interesse, dentre outras. Em 2017, mais de 70 pessoas compareceram ao campo da SEF para buscar uma vaga na equipe. No total, 58 atletas foram selecionados à época para buscar uma vaga no plantel da equipe de futebol americano friburguense.

 “A seletiva é bem simples. Não há muitos treinamentos específicos, apenas uma parte física e algumas outras atividades. Todos podem comparecer, independente do nível de conhecimento sobre o futebol americano. Se a pessoa não sabe em que posição jogar, nós podemos descobrir, de acordo com as características e com o porte físico de cada um”, destaca Raonni Venturino, um dos atletas mais antigos do Nova Friburgo Yetis.

Participação incerta

Com o desafio de participar da Liga Nacional de Futebol Americano, a presença dos Homens de Gelo na Liga Fluminense (LiFFA) de 2018 é incerta. De acordo com a direção do Yetis, a expectativa é de conciliar as duas competições, mas tudo vai depender das partes estrutural e organizacional, principalmente em termos de custos e quantidade de jogadores disponíveis no plantel. O time friburguense ainda busca patrocinadores para ajudar a custear as despesas na competição nacional.

Mesmo com todas as dificuldades encontradas em 2017, o Nova Friburgo Yetis ficou entre as três melhores equipes classificadas da LiFFA, na temporada passada. A equipe foi derrotada na primeira partida pela Liga Fluminense pelo Blaze FA, por 29 a 18. Nas rodadas seguintes, o Yetis venceu o Rio de Janeiro Islanders por 26 a 20, e o Niterói Federals por 9 a 0. No dia 29 de outubro, o Yetis recebeu o Macaé Oilers, no Cascatinha, e o adversário levou a melhor, vencendo pelo placar de 44 a 6.

A equipe de Nova Friburgo terminou a fase de grupos na terceira colocação do grupo A, liderado pelo Blaze FA. O Macaé Oilers terminou na vice-liderança. Nas quartas de final, os Homens de Gelo venceram o Volta Redonda Falcons, por 25 a 22, no Campo do Cascatinha, e chegaram até a semifinal diante do Rio de Janeiro Islanders.

LEIA MAIS

Mais de 60 tentam vaga na equipe que participará pela primeira vez da Liga Nacional de Futebol Americano

Homens de Gelo promovem anualmente um try out, uma espécie de concurso para pinçar novos talentos

Time serrano conheceu os adversários e a sequência de jogos que terá pela Liga Fluminense de Futebol Americano Fullpad

Publicidade