Witzel reafirma que vai retomar obras no Hospital do Câncer

Governador fez declaração no "Bom Dia Rio". Fátima Bernardes dá apoio a projeto
quinta-feira, 11 de abril de 2019
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
Representantes do projeto SOS Hospital do Câncer de Nova Friburgo com Fátima Bernardes (Reprodução da TV)
Representantes do projeto SOS Hospital do Câncer de Nova Friburgo com Fátima Bernardes (Reprodução da TV)

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, disse nesta quinta-feira, 11, que está retomando as obras no Hospital do Câncer, em Nova Friburgo. A declaração foi feita durante entrevista ao telejornal "Bom Dia Rio", da TV Globo, em que Witzel fez um balanço dos seus cem primeiros dias à frente do Palácio Guanabara.

“Estamos, por exemplo, retomando a construção do Hospital do Câncer de Nova Friburgo, que não tem um hospital de referência na região. Também me comprometi na campanha de retomar a obra”, afirmou o governador ao comentar as suas primeiras ações na Saúde do estado.

Witzel, contudo, não detalhou na entrevista quando de fato obras devem ser retomadas pelo governo. O canteiro no bairro Ponte da Saúde, onde está localizado o imóvel em que será implantada a unidade de saúde, está paralisado desde 2016.

A VOZ DA SERRA procurou o governo do estado para obter mais detalhes sobre a retomada das obras e aguarda uma posição.

Moradores vêm pressionando o governo do Rio para reinício das obras. Na última terça-feira, 9, conforme informou a coluna Massimo, integrantes da campanha SOS Hospital do Câncer de Nova Friburgo estiveram no programa Encontro com Fátima Bernardes, da TV Globo, e entregaram a ela uma camiseta do projeto.

A participação do grupo no programa não foi vista no estado em função da cobertura jornalística dos estragos causados pela chuva na capital, mas foi transmitida para o restante do país, incluindo uma menção ao jornal A VOZ DA SERRA pelo apoio à causa.

O presidente da associação de moradores da Ponte da Saudade, José Roberto Folly, está à frente da campanha. No fim do ano passado, ele conseguiu a recolher, pela internet, mais de 50 mil assinaturas em um abaixo-assinado para a retomada das obras. As assinaturas seriam entregues ao governador, que tomou posse no início deste ano.

Iniciadas em 2015, as obras de adaptação do antigo Centro Adventista de Vida Saudável (Cavs), onde funcionará o hospital, foram paralisadas um ano depois por atrasos de repasses à construtora que realizava os serviços. De lá para cá, o espaço foi furtado, depredado, ocupado por moradores de rua e até atingindo por um princípio de incêndio.

No ano passado, o governo do estado perdeu R$ 50 milhões para a construção da unidade devido a irregularidades no convênio com a União. O projeto original, que previa 200 leitos, 288 atendimentos, e quatro mil cirurgias por ano, foi reduzido para caber nos cofres do estado. O hospital agora terá dois prédios em vez de três. Também foi diminuída a quantidade de equipamentos e leitos.

 

LEIA MAIS

Firjan destaca obras em Nova Friburgo, Sumidouro e Cachoeiras de Macacu

“Ex-secretária de Saúde Tânia Trilha sabia do problema e não fez nada”, denuncia presidente da Comissão de Saúde, vereador Wellington Moreira

Início das obras já está confirmado; prefeitura vai contratar pedreiros da cidade

Publicidade
TAGS: saúde | obra