A voz dos leitores: falta sinalização próximo a escola

Morador do Centro reclama da sinalização nas esquinas próximas ao Dores
segunda-feira, 05 de novembro de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Umaq das esquinas do Nossa Senhyora das Dores (Arquivo AVA)
Umaq das esquinas do Nossa Senhyora das Dores (Arquivo AVA)

"É preciso que o órgão da prefeitura responsável pela mobilidade urbana olhe com mais atenção para as esquinas das ruas Augusto Spinelli e Monsenhor Miranda, onde se localiza o Colégio Nossa Senhora das Dores. Neste cruzamento só existe uma placa de sinalização para os motoristas que vem pela Rua Monsenhor Miranda em direção à Praça Getúlio Vargas e faixas de pedestres quase apagadas e inexpressivas.

Não há nenhuma sinalização de atenção que alerte para a travessia de estudantes, a maioria crianças, ou até um sinal para o controle de quem trafega pela Rua Augusto Spineli, que agora tem mão dupla em um trecho onde o trânsito é intenso durante todo dia.

Já presenciei situações que por pouco não se tornaram acidentes e tomei conhecimento até que já aconteceram realmente alguns acidentes ali, mas até agora, sem gravidade. Alguns carros que passam pela Rua Augusto Spinelli, o fazem em alta velocidade como se estivessem em uma rodovia. É preciso repintar as faixas de pedestres e construir rampas para quem possui dificuldade de mobilidade ou elevação da pista para forçar a redução de velocidade.

Enfim, é preciso uma solução técnica para dar segurança tanto para a travessia de alunos quanto para os pedestres.


Roberto de Gouvêa Vianna

LEIA MAIS

Últimas placas, as de final 9, têm prazo entre 1º de fevereiro (valor total) e 9 de março (parcelado)

Durante audiência pública, a maioria dos participantes demonstrou aceitação às mudanças

Validadores deverão ser atualizados até 2020 para aceitarem pagamento também por meio de celulares

Publicidade
TAGS: Trânsito