A VOZ DA SERRA testa Uber: trajeto de 3,5 km custou R$ 9,50

Serviço chegou a Friburgo antes mesmo da regulamentação, derrubando preços de corridas
sexta-feira, 19 de janeiro de 2018
por Alerrandre Barros
A viagem no primeiro dia de Uber em Friburgo (Foto: Alerrandre Barros)
A viagem no primeiro dia de Uber em Friburgo (Foto: Alerrandre Barros)
Uma hora e 40 minutos depois de motoristas do aplicativo de transporte individual de passageiros Uber começarem a circular em Nova Friburgo, antes mesmo da regulamentação, A VOZ DA SERRA testou o serviço. O app foi ativado às 14h, quando pelo menos dois carros apareceram nas telas dos celulares. Às 15h40, depois de algumas tentativas frustradas de conseguir um carro, uma equipe de reportagem fez um trajeto de 3,5 km, com o aplicativo em mãos, partindo do endereço do jornal, na Avenida Comte Bittencourt, 144, no Centro, até a Chácara do Paraíso. A corrida, debitada diretamente no cartão de crédito, custou R$ 9,15 e foi realizada num carro modelo sedã, confortável e com ar condicionado. Sem balinhas, mas com muita simpatia por parte do condutor.

"Decidi aproveitar que estou aqui hoje para realizar algumas corridas. Ajuda a pagar algumas contas"

Motorista do Uber

“Moro em Friburgo e tenho um trabalho formal no Rio”, disse o motorista do Uber que pediu para não ser identificado. “Lá na capital eu, às vezes, faço algumas corridas com o Uber e, quando soube que em Friburgo o app seria ativado, decidi aproveitar que estou aqui hoje para realizar algumas corridas. É um dinheiro que ganho e ajuda a pagar algumas contas”.

Gentil, o motorista contou que recebeu nas primeiras horas de Uber na cidade muitas chamadas. “Esse primeiro dia parece que vai ser bom, mas vamos ver como ficará depois. Minha esposa pediu para que eu não rodasse porque não sabemos como será a reação dos taxistas. Em outras cidades, houve protestos e até confusão”, comentou.

O Uber chegou à cidade derrubando o preço das corridas.  A VOZ DA SERRA fez algumas simulações com o app, que calcula automaticamente o preço da viagem. Do Centro até Conselheiro Paulino, a corrida custaria R$ 17. Até Olaria, R$ 12. De Conselheiro até Olaria, R$ 21. Do Centro a Mury, R$ 21; e até Lumiar, R$ 50. Do Centro a Campo do Coelho, R$ 29, até Amparo R$ 19 e a Riograndina, R$ 21.

Do Centro até o Parque Cão Sentado, a viagem sairia por R$ 19. Até a Queijaria Suíça, em Conquista, R$ 35. O passeio até o Jardim do Nêgo, em Campo do Coelho, custaria R$ 21. Do Centro a rodoviária norte, em Duas Pedras, sairia por R$ 7. E até a rodoviária sul, na Ponte da Saudade, R$ 10. Do Centro ao Hospital Raul Sertã, R$ 7. Até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), em Conselheiro, R$ 10.

Se as corridas fossem feitas com táxis, esses valores mais que dobrariam. Isso porque os taxistas pagam uma série de impostos que incidem sobre o custo da tarifa. Com o Uber isso não acontece. Por isso, a Prefeitura de Nova Friburgo agora corre contra o tempo para regulamentar o uso do aplicativo de transporte na cidade. O município deve cobrar da Uber o mesmo que cobra dos taxistas para garantir uma concorrência justa.

Em dezembro do ano passado, vereadores aprovaram por unanimidade e em tempo recorde o projeto de lei que veda aplicativos de transporte individual de passageiros na cidade até regulamentação pelo Executivo. Dias antes, representantes da Uber vieram a cidade para começar a arregimentar motoristas para a empresa. Apesar da aprovação da lei, a startup continuou realizando reuniões com parceiros em hotéis da cidade.

A empresa argumenta que o serviço tem respaldo na Constituição Federal e é previsto pela Política Nacional de Mobilidade Urbana. “Por diversas vezes, os tribunais brasileiros afastaram e consideraram inconstitucionais as tentativas municipais de proibição da Uber, confirmando a legalidade das atividades da empresa e dos motoristas parceiros e garantindo o direito de escolha da população”, informou em nota.

Em Nova Friburgo, o serviço oferecido é o UberX, com preços mais acessíveis que os demais oferecidos pela empresa. Novos usuários que adicionarem o código promocional NOVAFRIBURGO no app ganharão um desconto de R$ 20 na primeira viagem na cidade. Para solicitar o motorista, o usuário precisa instalar aplicativo no celular e informar o endereço da viagem. O app calcula o valor da corrida, que só começa quando o usuário e o motorista aceitam a viagem.

Na Região Serrana, Friburgo é a terceira cidade a contar com os serviços da Uber. Em Teresópolis e Petrópolis, a startup está atuando desde o dia último dia 12.

Em nota, a Prefeitura de Nova Friburgo informou que a Procuradoria Geral já “está trabalhando na regulamentação [da lei municipal], que deve ser publicada nos próximos dias”.

LEIA MAIS

Últimas placas, as de final 9, têm prazo entre 1º de fevereiro (valor total) e 9 de março (parcelado)

Durante audiência pública, a maioria dos participantes demonstrou aceitação às mudanças

Validadores deverão ser atualizados até 2020 para aceitarem pagamento também por meio de celulares

Publicidade
TAGS: uber | Trânsito