Vote aqui no "podrão" mais gostoso da cidade

Selecionamos alguns dos mais famosos quiosques de lanche de Friburgo, para você escolher o melhor
quarta-feira, 31 de maio de 2017
por Guilherme Alt

 

 

 

 

 

 

Presentes em várias esquinas da cidade, os populares quiosques que vendem lanches na rua - divertidamente apelidados de “podrões” - salvam a pátria dos esfomeados, sobretudo à noite e de madrugada, quando o comércio formal já está fechado. São hambúrgueres de todos os tipos, fartos, de fácil preparo e rápida saída, fazendo sucesso na noite friburguense. Seguindo a tendência dos food-trucks, os trailers usados para o preparo dos lanches estão cada vez mais bem adaptados, modernos e seguindo à risca padrões de higiene e qualidade. Se antigamente os “podrões” eram vistos como algo anti-higiênico, hoje o jogo virou e muitos oferecem, inclusive, molhos personalizados e entregam em domicílio, para a alegria dos gourmands.

Em homenagem ao Dia Mundial do Hambúrguer, celebrado neste domingo, 28 de maio, o jornal A VOZ DA SERRA convida seus leitores a eleger, em nosso site (www.avozdaserra.com.br), o “podrão” mais gostoso de Nova Friburgo. Para ajudar na votação, que vai durar uma semana -- a partir de hoje até o domingo 4 de junho -- convidamos você a fazer um tour gastronômico pelos mais famosos deles. Selecionamos sete, com base no gosto de consumidores, em diferentes localidades como  Suspiro, Paissandu, Lagoinha, Cônego, Olaria, Ponte da Saudade e Chácara do Paraíso. O resultado será conhecido no Caderno Z que circula no sábado 10 de junho e no próprio site, é claro, com uma reportagem mais completa sobre os vencedores. Participe, vote, compartilhe, comente.

Confira os selecionados:

LELEY LANCHES (SUSPIRO)

O “podrão” de Gelcirley Barros de Souza, mais conhecido como Leley, está localizado em frente à Praça do Suspiro, há cinco anos. Em dias bons, chega a vender cerca de cem hambúrgueres, com molhos variados e aprovados por quem come. Leley indica dois sanduíches para quem ainda não conhece seu cardápio: o Cachorro Quente Prensado (único na cidade) e o X-Cocó (a base de carne de frango). No Leley Lanches o cliente pode montar seu próprio lanche. Leley manda um recado para o público “Vou ficar feliz se ficar entre os melhores, portanto, amigos e clientes, votem no Leley Lanches”, brinca.

_________________________________________________________________

M&S LANCHES (PAISSANDU - ARP)

O M&S Lanches fica na subida do Sanatório Naval, em frente à antiga fábrica de rendas Arp, no Paissandu. Um dos donos do “Podrão da Arp”, Sandro Lessa, afirma que o M&S Lanches está no mesmo local há seis anos e que gosta de ser a referência naquela região. De acordo com Sandro, o “podrão” ali vende cerca de 60 lanches por dia, podendo dobrar, de acordo com a agenda de eventos da cidade. O X-Tudão é o hambúrguer que mais vende, mas o hambúrguer de picanha é o que Sandro recomenda para quem ainda não conhece o M&S, enquanto o Rangão, com carne de picanha, você só encontra na “casinha”.

_____________________________________________________________________

PECHINCHA OU CHINCHA (LAGOINHA)

Talvez o “podrão” mais antigo da cidade, fundado em 1995, na Lagoinha. O dono, Ronaldo Marotti, é conhecido e frequentado por muitas gerações. De acordo com ele, o X-Tudo é o carro-chefe da casa e também o sanduíche sugerido para quem nunca foi ao “Chincha”, como é carinhosamente chamado. O podrão do Chincha se destaca pelas carnes artesanais. Ronaldo, que sempre fez questão de elaborar os hambúrgueres sem qualquer tipo de produto industrializado, conta com o povo friburguense para ganhar a votação de melhor “podrão” da cidade.

______________________________________________________________________

FÁTIMA LANCHES (PRAÇA DO CÔNEGO)

O podrão da Tia Fátima existe há mais de 20 anos, cinco deles na Praça do Cônego. De acordo com a dona, as vendas são incontáveis. O X-Tudo é o carro-chefe, o hambúrguer que mais vende. A maionese caseira, considerada por muitos a melhor da cidade, é uma referência para os moradores do cônego e região, que podem contar com o conforto de fazer o pedido por mensagem de telefone e esperar o motoboy na porta de casa. “Quem nos conhece sabe que somos o melhor, e quem não conhece, que venha experimentar nossos lanches para votar na gente”, diz ela.

________________________________________________________________

EXPRESSO PANCADÃO (OLARIA)

Localizado no início de Olaria, perto da ponte em frente ao Colégio Canadá, o Expresso Pancadão, bem conhecido na cidade, costuma vender cerca de cem hambúrgueres por dia. Se quiser um hambúrguer com carne artesanal de costela, você só encontra lá no Expresso Pancadão, que planeja lançar em breve a linha de carnes artesanais. Se você ainda não experimentou os hambúrgueres do EP, está convidado.

________________________________________________________

KIM LANCHES (PONTE DA SAUDADE)

O Kim Lanches, localizado na Ponte da saudade, é uma referência na região há seis anos. Apesar de vender bastante, Uanderson Coelho, dono do Kim Lanches, não sabe precisar ao certo o número que sai a cada noite. Ser chamado de “podrão” não incomoda Uanderson: segundo ele, seus clientes já conhecem o “estilo Kim”, com muita fartura, e confiam na qualidade e no atendimento. Uanderson se diz feliz em ser apontado como um dos mais respeitados “podrões” da cidade e convida a todos para votar no Kim.

_______________________________________________________

SUPER LANCHES (CHÁCARA DO PARAÍSO)

O Super Lanches, na Chácara do Paraíso, na Rua Iselino Maduro, há três anos conquista os moradores da região. De acordo com os donos, Rosembergue e Josiane Thomé, o Super recebe clientela de diferentes bairros da cidade. Com sanduíches que servem até oito pessoas, oferece quatro hambúrgueres que você só encontra no trailer, todos feitos com pães artesanais: Carga Pesada, Bi-Trem, Jamanta e Pororoca. Rosembergue afirma que tudo é feito de maneira bem cuidadosa e se sente honrado em ser referência no bairro. O casal está confiante e quer ganhar o título de melhor podrão da cidade.

LEIA MAIS

Evento terá palestras, painel, aula-show e uma sessão de negócios

Serão 5 horas de festa com música dançante, cantora do The Voice e bufê sem parar

Noites frias pedem um prato quente

Publicidade