Voleibol friburguense tenta retomar o fôlego

Ginásio Helena Deccache, em Olaria, recebe a 3ª edição do Torneio Master com 6 equipes, 4 delas de outras cidades do estado.
segunda-feira, 04 de setembro de 2017
por Vinicius Gastin
Foto de capa
Reencontro entre gerações e retomada do vôlei em Nova Friburgo

O trabalho de recuperação do voleibol em Nova Friburgo terá mais um capítulo marcante. Neste fim de semana, dias 9 e 10, será promovido o 3º Torneio Friburgo de Voleibol Master, a partir das 9h, no Ginásio Helena Deccache, do Friburguense Atlético Clube. A entrada para assistir aos jogos e prestigiar a modalidade no município – que já teve épocas douradas nos anos 80 e 90 – é gratuita. Seis equipes confirmaram na competição, sendo quatro delas de outras cidades do estado.

 “O evento visa, acima de tudo preparar nossas equipes já classificadas para a segunda fase do campeonato estadual, que está em andamento, e para o Campeonato Brasileiro Master. A competição nacional vai ser disputada na sede da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), localizada na cidade de Saquarema, no período de 15 a 18 de Novembro. A Secretaria de Esportes de Nova Friburgo, Ótica Carol e o Friburguense Atlético Clube vêm apoiando as nossas equipes na preparação para bem representar nossa cidade”, afirma Fernando Miranda, um dos organizadores do evento.

Estão confirmadas no Torneio Master em Nova Friburgo as equipes do Fera, de Campos; Lazio, de São Gonçalo; Força Vôlei de Niterói; Phenix, do Rio de Janeiro e os times do Friburgo Master +35 anos e Friburgo Master + 45 anos. Serão dois dias de partidas até o momento da definição dos campeões. De acordo com a organização são oferecidos como premiação um troféu para o Campeão, medalhas para os três primeiros colocados e para os Destaques da Competição (Melhor Saque, Recepção, Levantador, Atacante, Bloqueio e Melhor Jogador).

Em 2016, a equipe master (acima de 35 anos) do Friburguense foi a campeã do Torneio sem perder nenhum set. A competição também reuniu clubes de outros municípios, com a participação de seis equipes, sendo quatro de Nova Friburgo (Friburguense A e B, Duas Pedras e Uerj), o Esporte Clube Independente, de Além Paraiba/MG, e o Phenix, do Rio de Janeiro).

Equipes estão bem no Estadual

Um dos principais compromissos da equipe masculina do Friburgo Volei Master neste ano é a disputa do Campeonato Carioca de Voleibol na categoria. A equipe friburguense participa nas categorias 35 e 45 anos, e no último compromisso, foram conquistados dois ótimos resultados pela 2º rodada da competição. No ginásio do Canto do Rio FC, o Friburgo Vôlei conseguiu duas vitórias, sendo uma delas contra o vice-campeão do primeiro turno.

Com bons saques, uma boa linha de recepção, boa distribuição nos levantamentos e ataque/bloqueios potentes, os masteres deram um grande passo para a classificação para a semifinal da competição sem depender de repescagem. No 35 são três jogos realizados, com duas vitórias e uma derrota, garantindo assim a quarta colocação. No 45 a equipe soma uma vitória e uma derrota, desempenho suficiente para carimbar a classificação.

A ultima rodada da fase classificatória será disputada em setembro, com grandes chances de as duas equipes terminarem entre os quatro melhores do estado. O time de 35 anos já se garantiu, enquanto o de 45 deverá enfrentar o melhor colocado da outra chave. As partidas acontecem sempre na capital e região metropolitana do Rio de Janeiro.

“É muito bom participar desse momento, não só como treinador, mas também como jogador, e poder reviver grandes momentos da década de 90. Tudo isso com a mesma vontade, disposição e carinho de entoar o nosso grito de guerra 20 anos depois. Esses detalhes superam as nossas limitações táticas e técnicas por conta da idade. A gente se reúne todas as segundas e sextas e treinamos. É um processo sério, e exige dedicação. Mas a vontade de representar a cidade supera tudo”, afirma Gustavo Costa, jogador e técnico na categoria de 35 anos.

A montagem das equipes começou em 2016, com a formação do time de 35 anos. Já no ano passado houve a participação no Campeonato Brasileiro, consolidando o projeto. Houve uma demanda maior, e a prioridade para a montagem da categoria de 45 anos em 2017. No caso do Estadual, as categorias são divididas com diferenças entre cinco anos, a partir dos 30 anos, no masculino e feminino.

A luta pelo vôlei

Há praticamente 24 anos a luta pelo voleibol é recheada por capítulos de sucesso, incertezas e, sobretudo, paixão e vontade de resgatar a modalidade. Tudo começou em 1993, por iniciativa do então presidente do Friburguense, Antonio Deccache. A convite de Walter Thiele, que era o responsável pelo treinamento da equipe feminina do Friburguense, o professor Fernando Miranda deu início a uma escolinha de voleibol, que reunia garotos da faixa etária dos 12 aos 15 anos.

O projeto ganhou forma de equipe, e no ano seguinte, já representava o Friburguense Atlético Clube em competições municipais. Os treinos passaram a acontecer de três a quatro vezes por semana, o que representou uma inovação para a época. Em 1996 essa mesma equipe já era considerada imbatível, resultando em um passo importante para o grupo. As equipes do Vasco da Gama e a Seleção da Marinha vieram a Nova Friburgo, e o Friburguense conquistou a vitória nos dois confrontos.

Exatamente naquele momento, José Eduardo Siqueira, o Siqueirinha, atual gerente de futebol do Friburguense, assistiu as partidas e abraçou a ideia de patrocinar a equipe no Campeonato Estadual Adulto de Voleibol. Desta forma, em 1997, o sonho de disputar o torneio foi concretizado.

No ano seguinte, no entanto, Fernando Miranda se retirou do projeto por motivos profissionais, e o clube escolheu o professor André para, juntamente com os dirigentes da equipe, comandar a equipe nos Jogos Abertos do Interior e consequentemente nos Jogos Abertos Brasileiros. Reforços foram incorporados à equipe, e nos anos de 1999 e 2000, Nova Friburgo conquistou o vice-campeonato nos Jogos Abertos Brasileiros nas cidades de Dourados-MS e Atibaia-SP.

Depois da glória, entretanto, o projeto acabou paralisado. Contudo, os ideais permaneceram vivos, e nos anos de 2013 e 2014, essa mesma equipe se reuniu em confraternização no Caledônia Montanha Clube. Nesse momento surgia a ideia de reviver os momentos felizes do passado.

Em setembro de 2015, um torneio realizado no Nova Friburgo Country Clube, na categoria acima de 35 anos, reuniu equipes de Minas Gerais, São Gonçalo, Teresópolis e de Nova Friburgo. Na final as equipes de São Gonçalo e de Nova Friburgo se enfrentaram, e os friburguenses foram vencedores. O Friburgo Vôlei Master, portanto, é resultado de anos de batalha, idealismo e amor à modalidade. Que venham novos momentos marcantes nesta jornada.

 

 

LEIA MAIS

Campeonato realizado na capital do estado contou com a participação de 11 equipes de seis municípios

Time treina regularmente no Country Clube para os desafios da temporada

Ritmo de fim de festa para alguns, mas não para a equipe friburguense de voleibol

Publicidade
Agora Faz
TAGS: voleibol