“The Voice Brasil” tem pela primeira vez uma friburguense: Tatila Krau

Cantora de 24 anos faz Lulu Santos virar a cadeira para sua interpretação de Adele
sexta-feira, 16 de agosto de 2019
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
Tatila interpreta
Tatila interpreta "Set fire to the rain", de Adele, no palco do "The Voice Brasil" (Reprodução da web)

Bastaram longos, intermináveis 55 segundos para uma voz friburguense entrar, pela primeira vez, para o time de selecionados do “The Voice Brasil”, da Rede Globo, na noite desta quinta-feira, 15. Tatila Krau, de 24 anos, foi escolhida para integrar a equipe de Lulu Santos, na última noite da fase de audições às cegas do programa, que já está na oitava temporada.

Com uma performance emocionante, a jovem cantora impressionou Lulu cantando a difícil “Set fire to the rain”, da britânica Adele. O técnico apertou o botão de aprovação e virou a cadeira para Tatila assim que ela iniciou o refrão da música. 

Ao fim da apresentação, Lulu elogiou “a beleza, a postura e a entrega” de Tatila, e ainda comentou: “Fomos feitos um para o outro”. Animada, a friburguense agradeceu por ter sido escolhida e confessou que Lulu era o técnico dos seus sonhos: “Sou fã desde pequenininha”, disse.

Curiosamente, a audição às cegas no “The Voice” trouxe para Tatila uma sensação familiar: ela conta que na primeira vez que se apresentou num palco, aos 13 anos,  cantou de costas para o público, de tanta timidez que tinha. Hoje a cantora também é professora de música, na escola Belting Music Club (www.facebook.com/beltingmusiclub/), em Nova Friburgo. Embora de gosto musical eclético, ela não esconde sua preferência pelo rock. Talita tem apresentação marcada na noite desta sexta-feira, 16, no restaurante Sushiban, no Cônego.

Como foi a disputa

Na noite que sacramentou a primeira vitória de Tatila, a paranaense Luana Berti virou as quatro cadeiras com o rap “Tá foda”, de Vitão. Antes disso, a goianiense Fabiana Oliveira escolheu o sertanejo e virou as cadeiras de Michel Teló e Lulu Santos com sua versão de “Estranho”, de Marília Mendonça. Em seguida, Larissa Marinonio cantou “Virtual Insanity”, de Jamiroquai, e foi disputada pelos técnicos Michel Teló, Iza e Ivete Sangalo. A moça escolheu a cantora baiana. Em seguida, a sergipana Winnie ficou um pouco nervosa no início da apresentação de “Talking to the moon”, de Bruno Mars, mas deu a volta por cima e virou as cadeiras de Ivete e Teló, mas o sertanejo  bloqueou a colega. A jovem foi para o time de Teló. 

Depois de Tatila virar a cadeira de Lulu, Marielly Santos ficou entre Iza e Ivete após ganhar atenção das técnicas com “Paciência”, de Lenine. Após pedir ajuda para a plateia, a mineira escolheu Ivete.

A primeira jurada a fechar o time foi Iza: depois de disputar o paulista Aaron Modesto com Ivete e Teló, a carioca preencheu a equipe. Modesto cantou “Eu juro”, do grupo Ferrugem. Na audição seguinte, foi a vez de Ivete, que escolheu Filipe Shimizu por sua interpretação de “Final feliz”, de Jorge Vercillo. Em seguida, a brasiliense Rosana Brown se apresentou com “Esqueço”, de Ivone Lara: encantou Teló e garantiu a vaga. O sertanejo disputou o capixaba Dan Abrantes com Lulu Santos, e o carioca levou a melhor, completando seu time. Abrantes cantou “Believer”, de Imagine Dragons. O último a completar o time foi Teló, com Bruna Farias, que cantou “Beautiful”, de Christina Aguilera.

 

LEIA MAIS

Banda sinfônica faz 157 anos no próximo dia 26, mas como é quarta-feira de Cinzas, celebração foi adiada para março

Aulas não têm restrição de idade e há vagas para vários instrumentos, de sopro e percussão

Carol Breder, de 9 anos, canta "A Banda" e entra para o time de Carlinhos Brown

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Música