Vacinação contra gripe é prorrogada até junho

Estado quer reforçar imunização contra febre amarela em Friburgo após caso confirmado em Petrópolis
sábado, 27 de maio de 2017
por Alerrandre Barros
Foto de capa

O Ministério da Saúde decidiu prorrogar a campanha de vacinação contra a gripe até 9 de junho. A meta de imunizar 90% do público-alvo antes do início do inverno não foi atingida na última sexta-feira, 26, quando a campanha seria encerrada. Somente 63,6% de um total de 54,2 milhões de pessoas foram vacinadas no país.

Em Nova Friburgo, a meta também não foi alcançada: 32 mil pessoas de um total de 41 mil foram imunizadas. As doses que continuam sendo oferecidas, de segunda a sexta-feira, nos postos do Suspiro e Olaria, de 8h às 17h; e no posto de Conselheiro Paulino, de 9h às 16h; no posto de São Geraldo, terça e quarta-feira, das 8h às 12h; e também no posto do Cordoeira, segunda, terça e quinta-feira, de 8h às 12; quarta e sexta-feira, de 13h às 17h.  

A campanha começou em abril para crianças de 6 meses e menores de 5 anos, gestantes, puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto), idosos (a partir de 60 anos), profissionais da saúde, povos indígenas, presos e funcionários do sistema prisional, portadores de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade e professores de escolas públicas ou privadas.

A vacina protege contra três subtipos do vírus da gripe: A/H1N1, A/H3N2 e influenza B e é considerada uma das medidas mais eficazes na prevenção de complicações e casos graves da doença. Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% e 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

Febre amarela: reforço


Depois da confirmação da morte um macaco por febre amarela em Petrópolis, a Secretaria estadual de Saúde pediu na última quinta-feira, 25, que as prefeituras de Nova Friburgo e Teresópolis reforcem a imunização contra a doença. As restrições de vacinação para alguns segmentos da população, agora idosos e gestantes também podem tomar as doses.

“Com a confirmação da circulação do vírus em Petrópolis, é preciso pesar os riscos e benefícios da vacina. Nossa orientação, portanto, é para que idosos e gestantes sejam vacinados, desde que sejam submetidos a uma avaliação individual. A vacina é contraindicada caso haja alguma deficiência no sistema imunológico. É importante lembrar que a vacina contra a febre amarela pode ser tomada com a da gripe”, explicou o subsecretário estadual de Vigilância em Saúde, Alexandre Chieppe.

Em Friburgo, não há casos suspeitos e confirmados de febre amarela em humanos, mas três macacos foram encontrados mortos na região de Lumiar. Há suspeita de febre amarela. O resultado final dos exames ainda não saiu. Nova Friburgo tem vacina em quantidade suficiente para imunizar à população.

A vacina contra a febre amarela é oferecida em quatro dias da semana. Na segunda-feira, no posto de Olaria, das 9h às 16h; na terça-feira não é ofertada; na quarta-feira, no posto do Suspiro, de 9h às 16h; na quinta-feira, no posto de São Geraldo, de 9h às 16h; na sexta-feira, no posto do Cordoeira, de 8h às 12h, e no posto de Conselheiro, de 13h às 17h.

O Estado do Rio registrou até a última semana 16 casos de febre amarela em humanos, com sete mortes. Os casos ocorreram em Casimiro de Abreu (7), Porciúncula (2), Macaé (2), Santa Maria Madalena (1), São Fidélis (1), São Pedro da Aldeia (1), Maricá (1) e Silva Jardim (1). Em sete municípios foram detectados casos de febre amarela em macacos: São Sebastião do Alto, Campos dos Goytacazes, Maricá, Carmo, Rio das Flores, Macaé e Petrópolis.

Alerta: falso agente de saúde

A secretária municipal de Saúde, Suzane Menezes, comunicou a Polícia Civil nesta sexta-feira, 26, que um homem, ainda não identificado, percorreu Nova Friburgo nos últimos dias oferecendo à população vacina contra a gripe Influenza. Ele se identificava como agente de saúde do município e teria aplicado as doses em pelo menos três pessoas.

A Secretaria municipal de Saúde pediu que as pessoas que tomaram a vacina aplicada por ele procurem a unidade de saúde mais próxima para que seja feito o acompanhamento médico, já que não se sabe o que de fato foi aplicado nelas. O governo também reforçou que qualquer tipo de vacinação é feita apenas nas unidades de saúde da cidade e equipes volantes autorizadas e identificadas.

LEIA MAIS

Ambulância que transportou homem estava em São Pedro e com a maca quebrada

Prefeitura fez seleção de 58 médicos e sete farmacêuticos temporários. Veja a lista aqui

Todas as crianças de 1 a 4 anos, mesmo as já imunizadas, têm que ser vacinadas. Dia D será dia 18

Publicidade