Vacinação contra a gripe começa com filas nos postos

Meta é imunizar 43 mil pessoas, entre idosos, gestantes e doentes crônicos, em Nova Friburgo
terça-feira, 24 de abril de 2018
por Karine Knust (karine@avozdaserra.com.br)
Foto de capa
Idoso na fila para a vacinação no posto do Suspiro (Fotos: Henrique Pinheiro)

O primeiro dia da Campanha de Vacinação contra a Gripe movimentou alguns dos principais postos de saúde de Nova Friburgo nesta terça-feira, 24. Apenas no Posto Sylvio Henrique Braune, no Suspiro, mais de 300 idosos foram imunizados nas primeiras quatro horas de campanha.

Lúcia Helena Reis Carvalho, de 61 anos, foi uma das pessoas a receber a dose da vacina nesta terça-feira. Com quadro de problemas respiratórios, a professora nunca fica no grupo daqueles que deixam para se imunizar nos últimos dias de campanha. “Sempre venho no primeiro dia de vacinação. Antes mesmo de entrar na faixa prioritária já fazia isso porque acho importantíssimo se vacinar. Tenho asma e bronquite e, além de me proteger contra a gripe, a vacina melhora muito a minha saúde. Passo o ano inteiro sem ter crises respiratórias sérias”, afirma Lúcia Helena.

Para a enfermeira-chefe da unidade de saúde, Juliana Sepúlveda (foto), os idosos são sempre os primeiros a procurar a imunização. “Esse público apresenta uma ansiedade natural em relação a doenças, de um modo geral. Isso faz com que a procura pela vacina seja maior e mais rápida”, acredita ela.

Mas se por um lado essa faixa etária busca se imunizar o quanto antes, por outro, as crianças - que também fazem parte do grupo prioritário - ainda são mais tardias na procura pela imunização. Para se ter uma ideia, enquanto 330 idosos foram vacinados na manhã desta terça-feira no Sylvio Henrique Braune, no mesmo local e período, apenas 35 crianças, entre seis6 meses a 5 anos, receberam a vacina. Para Juliana, a grande diferença nos números pode estar diretamente relacionada ao receio por possíveis reações causadas pela dose.

 “Ainda existem muitos pais que tem medo de dar vacina para a criança por acreditar que o componente da dose pode gerar reações, como até mesmo a própria gripe. Vale esclarecer, porém, que a vacina não gera a doença”, esclarece a chefe de enfermagem.

Marcos, 43 anos, e Márcia Venerabile, de 39, não pensaram duas vezes para levar a pequena Eduarda, de 3 anos, para tomar a vacina (foto). “Nunca atrasamos nenhuma vacina dela e sempre trazemos nos primeiros dias de campanha para garantir que ela receba a dose”, afirma o pai da menina. “Já ouvimos sobre a possibilidade dela pegar gripe se tomar a vacina, mas pedimos orientação ao pediatra e ele disse que não existe esse perigo”, acrescenta Márcia.

Ação especial

Nesta quarta e quinta-feira, 25 e 26 de abril, a Coordenação de Imunização da Secretaria de Saúde fará uma ação especial direcionada aos idosos. As doses serão disponibilizadas para este público no Centro de Convivência da Pessoa Idosa (anexo ao Clube de Xadrez), das 9h às 12h. Segundo o órgão, “a medida visa agilizar a imunização dos idosos, reduzindo a ocorrência de filas e desafogando o atendimento nos postos de saúde participantes da campanha”.

A meta este ano é aplicar 43 mil doses da vacina em Nova Friburgo. Até agora, o município já recebeu 11 mil doses e, segundo a prefeitura, a previsão é de esse estoque ganhe reposição ainda esta semana. A vacina contra gripe está disponível nos cinco principais postos de Saúde do município. De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, a imunização é oferecida na Policlínica Sylvio Henrique Braune, no Suspiro; no Posto de Saúde Tunney Kassuga, em Olaria; e no Posto de Saúde Waldir Costa, em Conselheiro Paulino. Já durante as terças e quintas, a população também poderá se vacinar nas unidades de saúde José Copertino Nogueira, em São Geraldo, e Ariosto Bento de Mello, no Cordoeira, também das 8h às 17h.    

Ainda de acordo com a Coordenação de Imunização, o público-alvo desta 20ª edição da campanha são crianças de 6 meses até menores de 5 anos, gestantes em qualquer idade gestacional, puérperas (mães até 45 dias após o parto), pessoas acima de 60 anos, doentes crônicos - mediante receita com indicação médica - e profissionais de saúde e educação das redes pública e privada com apresentação de comprovante.

A vacina distribuída pelo Ministério da Saúde em 2018 protege contra três subtipos do vírus da gripe: H1N1, H3N2 e uma linhagem de influenza B. Vale lembrar, entretanto, que a vacina é contraindicada para pessoas com alergia aos componentes, principalmente à proteína do ovo, e aqueles que apresentaram reação anafilática prévia em doses anteriores. Portadores de doenças neurológicas e síndrome Guillain-Barré devem consultar um médico antes de tomar a vacina.

A Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza vai até o dia 1º de junho. O Dia D de imunização está marcado para 12 de maio.

LEIA MAIS

Ambulância que transportou homem estava em São Pedro e com a maca quebrada

Prefeitura fez seleção de 58 médicos e sete farmacêuticos temporários. Veja a lista aqui

Todas as crianças de 1 a 4 anos, mesmo as já imunizadas, têm que ser vacinadas. Ministério da Saúde já enviou 10.400 doses para Friburgo

Publicidade
TAGS: vacina | saúde