União volta a vencer e segue na briga na Liga B do Super Basketball

Depois das derrotas nas rodadas iniciais, equipe de Friburgo vence 3ª e 4ª partidas, mantendo as chances de avançar na Liga B
sábado, 23 de junho de 2018
por Vinicius Gastin (esportes@avozdaserra.com.br)

Mesmo com todas as dificuldades financeiras e estruturais, o União Basketball demonstra toda a sua garra e segue firme na briga pelo acesso no Super Basketball. Depois das derrotas nas duas rodadas iniciais, a equipe de Nova Friburgo venceu a terceira e quarta partidas, mantendo as chances de avançar na Liga B.

No último compromisso, em 20 de maio, o União bateu o Vila King Basketball por 89 a 75, em duelo realizado na Arena de Deodoro. A equipe volta às quadras neste domingo, 24, para enfrentar o time do Basket VO Maré, e na sequência, no dia 15 de julho, o adversário será o Mackenzie B.

A campanha aponta para duas vitórias e duas derrotas, uma delas por W.O. Os obstáculos vão além dos adversários – os próprios jogadores, por exemplo, pagam as viagens, e não houve possibilidade para desmarcar o jogo perdido pelo não comparecimento.

“Estamos sem patrocínio, mas mesmo assim a galera está empenhada em continuar. Fazemos isso porque não queremos deixar a peteca cair, e queremos prosseguir com a missão de reerguer o basquete na nossa cidade. Temos chances de subir de divisão, e contamos com alguns bons reforços”, avalia Diogo Charanga, técnico da equipe.

Dentre os reforços citados estão Everton e Marcelo, que vieram do Rio de Janeiro para acrescentar qualidade ao plantel. O União, atualmente, conta em seu elenco com os atletas Iago Emerick, Tayan Emerick, Weslen Schineps, Enzo Pecly, Mateus Xexela, Marcelo, Ruan Tuler, Gustavo Schuenk, Antonio Vítor, Éverton, Taylan Neves e Jonathan.

A campanha

No jogo de estreia, no Ginásio Miécimo da Silva, em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, o União Basketball acabou derrotado por 54 a 45 pela equipe da Rural. Na sequência, o time friburguense entrou em quadra para encarar o Salgueiro, no Ginásio de Mesquita, e perdeu pelo placar de 59 a 49. A reação veio na terceira rodada, realizada no último dia 29 de abril, no Esporte Clube Mackenzie, com a vitória de 81 a 39 sobre o Mad Lions.

Com os resultados, o União ocupa a quarta colocação do Grupo B, com seis pontos. O Salgueiro lidera, seguido por Basket VO Maré e Vila King. Na sequência da competição, ainda nesta primeira fase, os adversários serão Santa Cruz, All Basket e Comary. As datas estão confirmadas, mas os locais das partidas e os horários são divulgados pela organização em dias mais próximos aos da realização das partidas.

 A competição

A Liga B do Super Basketball é uma competição estadual que reúne diversas equipes do Rio de Janeiro, divididas por divisões. Em 2018, o campeonato conta com a participação de 40 times (oito a mais que no ano passado), divididos em quatro grupos com dez equipes em cada. Elas se enfrentaram entre si dentro de cada grupo, e as seis melhores avançam à próxima fase. Os 24 classificados avançaram para o sistema de playoffs, em disputa de melhor de três partidas, até a definição do campeã.

No grupo A estão Campo Grande/Spartans, F2BM, RJ Sharks, Anchieta Fears, São Gonçalo, Caarj, Rappers B, VQN, ABA/Campos e Macaé Epic. Compõem a chave B as equipes do Vila Kings, Santa Cruz, Mackenzie B, Rural, Mad Lions, Basket VO Maré, União, Salgueiro, All Basket e Comary.

Estão no Grupo C os times do VR Ballers, Basquete UERJ, Underdogs, Nictheroy Ballers, BMC, ESPM Rio, Nacional, Atlântico, Queimados e Drink Team. Já na chave estão The Brothers, Rio Sports Club, Olaria Cavaliers, Anchieta B, Sele – UFF, Jequiá, Ilha Rhinos, Athletic Meriti, Rappers e Strong TX.

Em sua primeira participação, em 2017, o União Basketball sofreu com alterações ao longo da competição, e houve troca inclusive no comando. A equipe cresceu e avançou, figurando entre os favoritos ao título da divisão após terminar a primeira fase em terceiro lugar do grupo A, com 12 pontos conquistados, dois a menos que o líder Mackenzie B.

 O União venceu cinco dos sete jogos, e na fase seguinte, bateu o Strong TX pelos placares de 81 a 43 e 59 a 41. Nas oitavas de final, o Jequiá Iate Clube seria o adversário da equipe de Nova Friburgo, que abandonou a competição por conta das dificuldades financeiras e estruturais.

 

Publicidade
TAGS: basquete