Travessia de pedestres mais famosa do mundo faz 50 anos

Fotógrafo escocês clicou Beatles na Abbey Road, no intervalo das gravações do último álbum da banda
quinta-feira, 08 de agosto de 2019
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
A foto lendária de  Iain MacMillan
A foto lendária de Iain MacMillan

O fotógrafo escocês Iain MacMillan foi quem clicou os Beatles numa cena trivial: atravessando uma rua, em Londres, pela faixa de pedestres. A foto acabaria ilustrando a lendária capa do disco "Abbey Road", que está completando 50 anos, e se tornaria uma das mais famosas do mundo. O lugar, claro, virou ponto turístico.

Iain morreu em 2006. Numa entrevista ao jornal "Daily Record", ele contou que conseguiu tirar a foto graças à ajuda de um policial, que parou o trânsito. Foram seis tentativas (abaixo) até a foto perfeita, com John, Paul, George e Ringo dentro do enquadramento. A ideia da foto, segundo Iain, partiu de Paul McCartney. Os músicos interromperam as gravações no estúdio Abbey Road para posar.  

A foto suscitou várias teorias de conspiração, entre elas a de que a imagem era uma espécie de "procissão fúnebre", com Paul, por estar descalço, simbolizando a morte. O fato é que, pouco tempo depois, a banda se desfez.

Embora Nova Friburgo esteja longe de qualquer semelhança com Londres, os friburguenses mantêm a cultura - que na verdade é lei, prevista no Código de Trânsito Brasileiro - de garantir a preferência aos pedestres nas travessias sem sinal de trânsito. Um comportamento que, lamentavelmente, nem sempre é respeitado. E a onda na cidade agora são as faixas elevadas, pomposamente chamadas - em inglês - de "traffic calming". A mais recente delas está sendo construída esta semana, em Olaria.

A seguir, algumas fotos (de arquivo, de Henrique Pinheiro) que lembram onde Friburgo tem um jeito meio "Abbey Road" de ser. Qual delas daria uma capa de álbum? Comente.

 

 

LEIA MAIS

Serviço, prestado inclusive nos fins de semana, evita deslocamento dos veículos e não afeta atividades de rotina

Importante para o turismo e para a agricultura, Terê-Fri recebe cerca de 600 caminhões por dia que escoam a produção de 90% das hortaliças consumidas no estado

Decisão presidencial publicada no Diário Oficial da União desta quinta suspende apenas equipamentos móveis

Publicidade
TAGS: Trânsito