Tensão em Friburgo: motorista de aplicativo é forçado a furar blitz

Passageiro procurado pela Justiça por tráfico ainda tinha anotações por homicídio e roubo
quinta-feira, 30 de maio de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Tensão em Friburgo: motorista de aplicativo é forçado a furar blitz

Um motorista de um aplicativo para transporte de passageiros foi forçado por um criminoso procurado pela Justiça a fugir de policiais militares, durante uma blitz realizada pelo 11º BPM na quinta-feira, 30, no bairro Olaria. Segundo o comando do batalhão, os agentes realizavam uma operação em frente ao Posto de Policiamento Comunitário (PPC) do bairro, próximo à Praça 1º de Maio, quando tiveram a atenção voltada para um Prisma e determinaram ao motorista que ele parasse.

O motorista, porém, não acatou a ordem e saiu em disparada. Policiais fizeram um cerco na região e conseguiram interceptar o veículo na Travessa Raul Veiga. Dentro do carro, além do motorista, estava um homem, de 30 anos. Com ele, os policiais encontraram um tablete de maconha. Já com o motorista, nada de ilícito foi encontrado.

De acordo com a polícia, os dois foram levados para a 151ª DP. O motorista do aplicativo contou que foi ameaçado pelo passageiro e, por isso, furou a blitz no bairro e não parou o carro quando os agentes determinaram. Ele foi ouvido e liberado. O passageiro, por sua vez, apresentou identidade falsa na delegacia. Mas, após investigação, os policiais descobriram o nome verdadeiro dele e constataram que o homem possuía diversas anotações criminais por homicídio e roubo, por exemplo.

Contra ele havia ainda um mandado de prisão aberto por tráfico de drogas. O homem foi preso e ainda autuado por posse e uso de drogas e por apresentar documentação falsa. Ele permaneceu preso na delegacia até ser transferido para um presídio no estado.

 

LEIA MAIS

Criança estava indo a mercearia em São Geraldo quando aceitou carona de moto de conhecido da família

Ninguém foi preso e o caso foi registrado na Deam de Friburgo. Suspeito disparou 3 vezes

Segundo seus advogados, suspeito entregou tanto o seu celular quanto o da vítima, para demonstrar a disposição de ajudar nas investigações

Publicidade
TAGS: crime