Temporal de domingo provoca falta d'água em vários bairros

Concessionária pede a população de Friburgo que economize. Plantações e campos de futebol ficaram alagados
segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
Plantação inundada em Salinas (Reprodução da internet)

A concessionária  Águas de Nova Friburgo informou nesta segunda-feira, 19, que, devido às fortes chuvas que ocorreram no último final de semana na cidade, alguns sistemas de abastecimento de água foram interrompidos, causando desabastecimento em diferentes localidades. De acordo com a concessionária, “o fornecimento de água está sendo retomado de forma gradativa”. A empresa solicita que a população use água de forma consciente neste período. Carros-pipa podem ser solicitados pelos telefones 0800 026 0008 ou 115.

 As chuvas que atingiram Nova Friburgo no último domingo, 18, assustaram a população e geraram transtornos em diversos pontos da cidade. De acordo com a Defesa Civil do município, o local com maior índice pluviométrico foi o distrito de Mury. Por lá, foram registrados 94 milímetros de chuvas.

Moradores de Cônego e Cascatinha também se assustaram com o volume de água.

Com a tempestade, o Rio Santo Antônio, que corta o distrito, transbordou inundando o campo de futebol da localidade (foto) e algumas ruas no entorno. Próximo dali, a Rua Gertrudes Stern, em Debossan, afundou devido ao forte temporal e uma barreira deslizou ocupando parcialmente a pista da RJ-116 - uma equipe da concessionária que administra a via, Rota 116, já limpou o local.

Do outro lado do município, em Salinas, a chuva também causou prejuízos. Plantações ficaram completamente inundadas e algumas residências também foram atingidas pela água. Apenas um produtor chegou a perder 5 mil pés de alface. A média de chuva em Nova Friburgo neste último domingo foi de 26,5 milímetros. O bairro com menor índice pluviométrico foi São Geraldo, com 5 milímetros. As chuvas deste domingo deixaram o município em estágio de atenção.

Apesar dos transtornos, a Defesa Civil informou que não houve registro de desabrigados ou desalojados no município. Em nota, a prefeitura informou que uma equipe da Secretaria de Obras já foi até o local nesta segunda, 19, pela manhã para avaliar o estrago para que se possa dar início aos reparos necessários. Análise que também está sendo realizada nos demais pontos afetados.

Um grupo de voluntários da Cruz Vermelha visitou diversas localidades atingidas pelas chuvas neste último domingo. De acordo com o coordenador da entidade no município, Luiz Cláudio Rosa, o grupo circulou por algumas das principais localidades afetadas pelo temporal, como Mury e Salinas.

“Recebemos a notificação sobre as chuvas que estavam se aproximando da região e já mobilizamos voluntários para ficarem sobre aviso. Fomos primeiramente a Mury, que recebeu um volume de chuva muito grande em apenas uma hora, depois visitamos as localidades de Salinas e Vieiras. Buscamos visitar as áreas para ver quais são as necessidades da população local e assim poder ajudar, seja na limpeza do local ou com a doação de mantimentos”, explica Luiz Cláudio.

Mais chuvas

Na manhã desta segunda-feira, 19, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) divulgou um aviso de chuvas intensas para diversas localidades do estado, inclusive a Região Serrana. De acordo com o comunicado há previsão de chuvas até esta terça-feira, 20, com 20 a 30 milímetros por hora e ventos intensos de 40 a 60km/h.

 

LEIA MAIS

Diferença entre mínimas e máximas deve aumentar ao longo da semana, com manhãs cada vez mais geladas

Temperaturas amenas dos últimos dias devem terminar nesta quarta, prevê Climatempo

Campanha “Diga sim à LBV” pretende doar 17 mil artigos de inverno

Publicidade
TAGS: Clima