Somente 10 funcionários aderiram à greve dos Correios em Friburgo

Agências continuam abertas, dando prioridade a encomendas e Sedex
quarta-feira, 11 de setembro de 2019
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
A agência central dos Correios (Arquivo AVS)
A agência central dos Correios (Arquivo AVS)

Apesar de alguns funcionários dos Correios em Nova Friburgo terem aderido à greve geral, o funcionamento das agências não sofreu grandes alterações. A VOZ DA SERRA apurou que os serviços estavam sendo oferecidos normalmente nesta quarta-feira, 11, com prioridade para encomendas e Sedex. Cerca de dez funcionários aderiram à paralisação no município.

Por conta do Plano de Demissão Voluntária, a estatal já operava com um número reduzido de funcionários. Durante a tarde, a agência dos Correios na Praça Getúlio Vargas operou normalmente, sem filas para os clientes.  

A greve no país

Segundo informações da Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect) e a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), a greve é geral e todos os 36 sindicatos de trabalhadores dos Correios aderiram ao movimento.

Em nota, a direção dos Correios afirma que a paralisação é parcial e já colocou em prática um "plano de continuidade de negócios para minimizar os impactos à população".

O que a categoria quer 

A categoria pede reposição da inflação do período e é contra a privatização da estatal, que foi incluída no mês passado no programa de privatizações do governo federal. Os trabalhadores querem também a reconsideração quanto a retirada de pais e mães do plano de saúde, melhores condições de trabalho e outros benefícios.

 

LEIA MAIS

Na segunda será realizada audiência requerida pelo MP do Trabalho a pedido do Sepe. Prefeitura foi intimada a comparecer

Sepe não reconhece Sinsenf: “Eles não têm representatividade. Aquela reunião foi mais um teatro do que algo real”

Greve no ensino municipal continua pelo menos até a próxima segunda, quando haverá nova assembleia

Publicidade
TAGS: Greve