Sesc promove exibição de filmes brasileiros aclamados pela crítica

Evento gratuito chega à unidade de Nova Friburgo nos próximos dias 14 e 28
sábado, 07 de abril de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
Em "Nome Próprio", a personagem Camila é vivida pela atriz Leandra Leal (Foto: Divulgação)

O Sesc de Nova Friburgo promove neste mês duas exibições que prometem agradar em cheio os amantes do cinema. As sessões, com entrada franca, tem como objetivo apresentar filmes brasileiros dirigidos por cineastas de grande destaque, mas que ainda são pouco conhecidos pelo público.

Os longas, aclamados pela crítica, serão exibidos também em unidades do Sesc em Petrópolis e Teresópolis. São obras de Suzana Amaral, Walter Carvalho, Júlio Bressane, Lúcia Murat, Lúcio Kodato e Murilo Salles. Em Nova Friburgo, o público terá a chance de conferir “Nome Próprio”, de Murilo Salles, e “Maré, nossa história de amor”, de Lucia Murat e Lúcio Kodato.  

Em “Nome Próprio”, Camila - interpretada pela atriz Leandra Leal - tem a escrita como sua grande paixão. Intensa e corajosa, a jovem busca criar para si uma existência complexa o suficiente para que possa escrever sobre ela. Escrevendo compulsivamente em um blog, Camila fica isolada e só consegue ver duas opções para a vida: se matar ou encontrar o grande amor - o que vier primeiro. O filme de 2007 tem 120 minutos de duração e classificação indicativa 18 anos.

Ambientado na favela carioca dividida pela rivalidade de facções do tráfico de drogas, “Maré, nossa história de amor” conta a história dos jovens Analídia, Jonatha e Dudu. Analídia, interpretada por Cristina Lago, é a filha de um dos chefes do crime, que está atualmente preso. Jonatha (Vinícius D'Black) é o MC da comunidade e também irmão de Dudu (Babu Santana), que disputa o poder com o pai de Analídia. O sonho de Jonatha é gravar um CD, mas ele reluta em aceitar a proposta de Dudu para financiar sua produção, já que o dinheiro viria do tráfico. O maior dilema da trama, entretanto, é o romance proibido de Jonatha e Analídia, que são de famílias rivais e se apaixonam ao se conheceram no grupo de dança da comunidade, coordenado por Fernanda (Marisa Orth).

De acordo com o Sesc, a ideia com projetos como esse é apresentar ao público um panorama diversificado da produção cinematográfica nacional para difundir o cinema do país com a exibição de filmes que fazem parte da Coleção Cinema Brasileiro Contemporâneo, editada pela Ancine. Em Nova Friburgo, a unidade do Sesc fica na Avenida Presidente Costa e Silva, 231. Mais informações pelo telefone (22) 2543-5000.

LEIA MAIS

Filmes de quatro jovens friburguenses já foram exibidos no Festival Internacional de Films Fribourg (FIFF) e em Nova Friburgo

Projeto “Raízes de Nova Friburgo”, do Isec, consolida desenvolvimento do Polo Audiovisual da região, o SerraAção

Sua mais nova produção, “Dedo na Ferida”, foi eleito o melhor documentário no Festival do Rio 2017

Foto da galeria
"Maré, nossa história de ajmor", de Lucia Murat e Lúcio Kodatto
Publicidade
TAGS: SESC | Filmes | Cinema