Sesc Friburgo recebe circuito de autores do Arte da Palavra

Eliakin Rufino de Souza, de Roraima, e Nivaldo Tenório, de Pernambuco, estarão presentes nesta terça
segunda-feira, 19 de agosto de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Sesc Friburgo recebe circuito de autores do Arte da Palavra

Nesta terça-feira, 20, às 19h, o Sesc de Nova Friburgo recebe os autores Eliakin Rufino de Souza, de Roraima, e Nivaldo Tenório, de Pernambuco, pelo Arte da Palavra, já na terceira edição.. O evento promove diferentes ações da cadeia da literatura, desde a formação e divulgação de novos autores até a valorização das obras e escritores brasileiros e formas de produção literária. A programação inclui bate-papos, oficinas e apresentações poéticas.

Eliakin Rufino de Souza, mais conhecido apenas como Eliakin Rufino (Boa Vista, 27 de maio de 1956), é um poeta, cantor, escritor, professor de filosofia, produtor cultural e jornalista brasileiro. É, junto a Zeca Preto e Neuber Uchoa, um dos integrantes do movimento Roraimeira — expressão cultural amazônica considerada por cientistas sociais como um dos expoentes máximos na construção da identidade roraimense.

De 1984 até agora, já publicou 11 livros com seus poemas, lançou 5 CDs solo com suas composições e outros 5 CDs com o Trio Roraimeira. Sua temática principal é a vida, a liberdade, o meio ambiente, os direitos humanos, os povos indígenas e afro-indígenas do norte do Brasil. Nasceu e reside em Boa Vista, Roraima.

Já Nivaldo Tenório De Vasconcelos nasceu em 1970 na cidade de Garanhuns, Pernambuco, e é formado pela UPE em Letras. Tem participação de contos em diversas antologias como Panorâmica do Conto em Pernambuco, Tempo Bom, Recife Conta o Natal e Osman Lins de Contos de 2006, quando teve um de seus contos classificados naquele concurso. Em 2014 publicou Dias de Febre na Cabeça, contos, pela editora Confraria do Vento. Seu recente livro de contos chama-se Ninguém detém a noite, publicado também pela editora Confraria do Vento.

Sempre buscando evidenciar a literatura nacional, o Arte da Palavra é dividido em três Circuitos: Autores, que reúne duplas de escritores para troca de ideias com o público sobre suas obras; Oralidades, que tem como foco expressões verbais da palavra, como contação de histórias, saraus e apresentações que mesclam poesia com outras manifestações artísticas; e Criação Literária,  composto por oficinas variadas, com o objetivo de exercitar a prática da escrita nas suas diferentes manifestações e também criar leitores com maior bagagem.

 

LEIA MAIS

Após 6 anos de pesquisa, autor lança novo olhar sobre a ocupação da cidade através de práticas de sepultamento e origens de cemitérios

"Nem tudo o que sei devo contar..." descreve uma Friburgo "dos bailes de carnaval, dos grandes jogos de futebol, de conversas na praça"

Entre os destaques, show de Ivan Lins e encontro literário com Marina Colasanti

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Literatura