Saudade: 70 anos contados por carnavalesco de 20

Escola busca o bicampeonato apostando no empolgação de seu samba-enredo
quinta-feira, 08 de fevereiro de 2018
por Guilherme Alt
Foto de capa
Alegoria da Saudade (Foto: Henrique Pinheiro)

Já está quase tudo pronto para a escola de samba Unidos da Saudade desfilar os seus 70 anos de história e tradição no carnaval friburguense. Uma das maiores vencedoras dos desfiles da cidade, a roxa e branco do bairro Ypu está acertando literalmente os últimos detalhes para brilhar na avenida na noite do próximo domingo, 11.

Desde os 7 anos vivendo a maior festa popular do planeta, Peter Fillot, diretor da agremiação, mostra grande confiança para a conquista do bicampeonato e diz que o samba-enredo deste ano, aliado ao trabalho realizado no barracão em conjunto com os ensaios, tem tudo para dar certo. “Esse samba vai mexer com a família roxa e branco e com o coração de quem é apaixonado pela Saudade. Tenho certeza que os amantes do carnaval vão se sentir tocados e que a escola vai empolgar o público e vai fazer a diferença na avenida”, disse Peter lembrando que para fazer bonito na avenida, a Saudade investiu este ano mais de R$ 200 mil.

Com apenas 20 anos, o carnavalesco da escola, Lucas Mello (foto), fala do compromisso de estar à frente do cargo e da esperança de fazer um carnaval empolgante. “É uma responsabilidade enorme representar essa escola no desfile de Nova Friburgo e me sinto grato por isso. Cantar a história da Unidos da Saudade é algo incrível, a escola tem um legado fascinante que muito já fez e ainda faz para o carnaval de Nova Friburgo. Nós não queremos apenas disputar, mas sim emocionar o público friburguense”, observa Lucas.

Prestes a completar 70 anos a madrinha de bateria da Saudade, Esmeredith Mendes, que dá nome ao palco da quadra da escola, é pura história. Ajudando nos últimos reparos das fantasias, ela mostra muita disposição para enfrentar os dias de folia. “Além da Saudade eu desfilo por mais duas escolas de samba no Rio de Janeiro: Porto da Pedra e Salgueiro. Sou formada na faculdade do carnaval. Estou sempre pronta para mais um desfile”, disse a madrinha que pintou seus cabelos de roxo em homenagem a escola.

Seis pessoas participaram da composição do samba vencedor que vai homenagear os 70 anos da tradicional agremiação. A Saudade já ganhou 24 títulos e é a atual campeã do carnaval friburguense, junto com a Imperatriz de Olaria. Marlon Caetano, um dos compositores do samba campeão, explicou como foi o trabalho até chegar ao resultado final: “Além de mim, meu tio João Carlos, meu primo Breno, e meu pai, Gabriel Capoeira e Diogo Pereira, analisamos com cuidado e atenção toda a sinopse do que seria o samba-enredo para apresentar o produto pronto. Foram duas semanas de trabalho intenso até chegar ao que queríamos. Assim que ficou pronto, sem desmerecer os outros sambas, que estão ótimos, nós já imaginávamos que seríamos os vencedores”, disse Marlon.

O Samba

Compositores: Marlon Caetano, João Carlos, Breno, Gabriel Capoeira, Diogo Pereira

Intérprete: Guto

Quem faz o meu peito vibrar de emoção

Tem história bordada de amor e paixão

É a escola do povo a te encantar

Só sente saudade quem sabe amar

 

Valeu ... valeu cada minuto te esperar

Enfim meu coração começa a palpitar

Ao ver despontando na avenida a paixão da minha vida

Pra sua própria história exaltar

Viagem aos antigos carnavais

Pierrôs e colombinas nos salões

A cidade se enfeita de flores

Despertam amores

Que conquistaram multidões

Eis que desabrocha a mais linda

Comunidade roxa e branco mostra seu valor

Deu samba no peito e na raça

E hoje o povo te abraça

 

Brilham 24 estrelas em teu pavilhão

Cantam canarinhos tantas emoções

Samba também é cultura nas quatro estações

Lê lê lê lê lê lê lê á

Sobe a rampa do mercado pra vitória alcançar

Grandes enredos sambas imortais

Filhos fiéis ao longo de tantos carnavais

Vem amor, ouvir em toda passarela

O super som da Treme Terra a embalar

Comemorar 70 anos de avenida

Quatro palavras que resumem minha vida

Eternamente vou te amar

 

Quem faz o meu peito vibrar de emoção

Tem história bordada de amor e paixão

É a escola do povo a te encantar

Só sente saudade quem sabe amar

 

Ficha Técnica

Fundação: 7 de setembro de 1948

Cores: Roxa e Branca

Símbolo: Flor roxa

Títulos: 24 (57, 58, 61, 62, 66, 71, 74, 75, 77, 79, 81, 84, 86, 93, 2000, 2003, 2004, 2007, 2010, 2012, 2013, 2015, 2016, 2017)

Enredo: Uma história bordada de amor e paixão

Presidente: Carlo Henrique  Pereira

Vice-presidente: Kassio Sampaio

Carnavalesco: Lucas Mello

Diretor de carnaval: Denilsom Wenderrosk:

Coreógrafos da comissão de frente: Leilane e Yorram

Mestre de bateria: Vandinho

Rainha de bateria: Sueli Lúcio

Rainha da Escola: Ana Paula Magalhães

Primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira:  Douglas e Cassiane

Segundo Casal de Mestre Sala e Porta Bandeira: Braian e Renata

Integrantes: 1.200

Ritmistas: 120

Carros alegóricos: 5

Horário de desfile: 23h

 

LEIA MAIS

Plano para evitar incêndios nas escolas e blocos ainda não começou a ser discutido pela prefeitura e Liesbenf

Euterpe vai tocar na Praça do Catarcione em comemoração à vitória do Bola Branca no carnaval

Fogo no sábado destruiu carros alegóricos e fantasias. Causas estão sendo investigadas

Publicidade
TAGS: carnaval