Santa Maria Madalena é opção de turismo rural sustentável na Serra

Além dos atrativos urbanos, município proporciona contato direto dos visitantes com o ambiente rural
sexta-feira, 18 de janeiro de 2013
por Jornal A Voz da Serra
Santa Maria Madalena é opção de turismo rural sustentável na Serra
Santa Maria Madalena é opção de turismo rural sustentável na Serra

Santa Maria Madalena, na serra fluminense, é nacionalmente conhecida como terra natal da saudosa atriz Dercy Gonçalves. Com sua história relacionada ao ciclo do café e economia focada na atividade agropecuária, o município também reúne elementos que o transformam num lugar favorável ao turismo. Considerada por muitos o terceiro melhor clima do Brasil, Madalena possui um charme especial. São vários casarões históricos preservados, além de atrativos naturais como cachoeiras, formações rochosas, artesanato mineral, um horto florestal e o Parque Estadual do Desengano, aberto à visitação.

Na zona rural, as opções de passeio e visitação estão espalhadas pelos distritos de Triunfo, Santo Antônio do Imbé, Dr. Loretti, Sossego do Imbé, além da própria sede. Para quem procura usufruir as belezas do lugar e a tranquilidade da roça, uma opção de hospedagem é a Pousada Verbicaro, que está inserida, desde 2010, numa Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), que teve apoio do Rio Rural em seu processo de implantação. O local, onde já foram catalogadas 160 variedades de pássaros, é disponibilizado para pesquisa e visitação, com objetivos turísticos e educacionais.

Criada em 2007 pelo engenheiro mecânico madalenense Mário Vahia, a pousada possui preocupação especial com o ambiente, utilizando práticas sustentáveis. Toda água da chuva é captada para utilização nos chuveiros e vasos sanitários. O lixo é separado, encaminhado para reciclagem e os óleos vegetais usados são reaproveitados para fabricação de sabão. Existem ainda estações de tratamento de água e de esgoto, para não poluir o córrego.

As nascentes da propriedade também foram protegidas, com incentivos do Programa Rio Rural. “Ao relacionar o turismo rural e o meio ambiente, tivemos a preocupação com a eficiência energética”, explicou Mário, que pretende ampliar o sistema de aquecimento solar para os quartos.

Outra opção é a pousada rural São Gerônimo, na localidade Terras Frias. Há quase 30 anos, o local foi adquirido pela família de Marilse Corrêa, que trocou a agitação da cidade pela vida bucólica do campo. Com ajuda do marido e dos filhos, ela mantém, no mesmo local, uma agroindústria de doces, com apoio do Programa Prosperar, da secretaria estadual de Agricultura e Pecuária.

Quem visita o lugar pode vivenciar a rotina do homem do campo. É possível pescar, ordenhar, saborear uma deliciosa comida caseira com ingredientes cultivados no próprio local, além de conhecer as curiosidades do processo de fabricação de doces, licores e cachaças. Com apoio do Rio Rural, Marilse também protegeu três nascentes em seu terreno.

Como chegar

Saindo do Rio de Janeiro ou de Niterói, existem duas opções: a primeira (e mais rápida) é pela BR-101 Norte até o trevo de acesso à Conceição de Macabu, já na RJ-182. O segundo caminho é pela RJ-116 (Itaboraí–Nova Friburgo–Laje do Muriaé) até a entrada de Macuco. Dali deve-se seguir pela RJ-172 até o trevo da RJ-146, rodovia que dá acesso ao centro de Madalena. De ônibus, o trajeto Rio-Madalena oferece dois horários diários, com partidas das rodoviárias Novo Rio e de Niterói.

LEIA MAIS

Esquema de pare-e-siga vai ser adotado para instalação de vigas de concreto no alargamento de duas pontes

Segundo prognóstico de meteorologista, frio mais intenso vai de agora até meados de julho, apenas

Além de cerveja artesanal, gastronomia variada, música ao vivo e concurso de chope a metro fazem parte das atrações

Publicidade
TAGS: Turismo