Santa Maria Madalena é opção de turismo rural sustentável na Serra

Além dos atrativos urbanos, município proporciona contato direto dos visitantes com o ambiente rural
sexta-feira, 18 de janeiro de 2013
por Jornal A Voz da Serra
Santa Maria Madalena é opção de turismo rural sustentável na Serra
Santa Maria Madalena é opção de turismo rural sustentável na Serra

Santa Maria Madalena, na serra fluminense, é nacionalmente conhecida como terra natal da saudosa atriz Dercy Gonçalves. Com sua história relacionada ao ciclo do café e economia focada na atividade agropecuária, o município também reúne elementos que o transformam num lugar favorável ao turismo. Considerada por muitos o terceiro melhor clima do Brasil, Madalena possui um charme especial. São vários casarões históricos preservados, além de atrativos naturais como cachoeiras, formações rochosas, artesanato mineral, um horto florestal e o Parque Estadual do Desengano, aberto à visitação.

Na zona rural, as opções de passeio e visitação estão espalhadas pelos distritos de Triunfo, Santo Antônio do Imbé, Dr. Loretti, Sossego do Imbé, além da própria sede. Para quem procura usufruir as belezas do lugar e a tranquilidade da roça, uma opção de hospedagem é a Pousada Verbicaro, que está inserida, desde 2010, numa Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), que teve apoio do Rio Rural em seu processo de implantação. O local, onde já foram catalogadas 160 variedades de pássaros, é disponibilizado para pesquisa e visitação, com objetivos turísticos e educacionais.

Criada em 2007 pelo engenheiro mecânico madalenense Mário Vahia, a pousada possui preocupação especial com o ambiente, utilizando práticas sustentáveis. Toda água da chuva é captada para utilização nos chuveiros e vasos sanitários. O lixo é separado, encaminhado para reciclagem e os óleos vegetais usados são reaproveitados para fabricação de sabão. Existem ainda estações de tratamento de água e de esgoto, para não poluir o córrego.

As nascentes da propriedade também foram protegidas, com incentivos do Programa Rio Rural. “Ao relacionar o turismo rural e o meio ambiente, tivemos a preocupação com a eficiência energética”, explicou Mário, que pretende ampliar o sistema de aquecimento solar para os quartos.

Outra opção é a pousada rural São Gerônimo, na localidade Terras Frias. Há quase 30 anos, o local foi adquirido pela família de Marilse Corrêa, que trocou a agitação da cidade pela vida bucólica do campo. Com ajuda do marido e dos filhos, ela mantém, no mesmo local, uma agroindústria de doces, com apoio do Programa Prosperar, da secretaria estadual de Agricultura e Pecuária.

Quem visita o lugar pode vivenciar a rotina do homem do campo. É possível pescar, ordenhar, saborear uma deliciosa comida caseira com ingredientes cultivados no próprio local, além de conhecer as curiosidades do processo de fabricação de doces, licores e cachaças. Com apoio do Rio Rural, Marilse também protegeu três nascentes em seu terreno.

Como chegar

Saindo do Rio de Janeiro ou de Niterói, existem duas opções: a primeira (e mais rápida) é pela BR-101 Norte até o trevo de acesso à Conceição de Macabu, já na RJ-182. O segundo caminho é pela RJ-116 (Itaboraí–Nova Friburgo–Laje do Muriaé) até a entrada de Macuco. Dali deve-se seguir pela RJ-172 até o trevo da RJ-146, rodovia que dá acesso ao centro de Madalena. De ônibus, o trajeto Rio-Madalena oferece dois horários diários, com partidas das rodoviárias Novo Rio e de Niterói.

LEIA MAIS

Justiça desinterdita equipamento, que estava fechado desde a tragédia de 2011

Evento gratuito, que acontece na próxima segunda-feira em Friburgo, já está com inscrições abertas

Durante debate, ações para o bicentenário foram apresentadas

Publicidade
Agora Faz
TAGS: Turismo