Ruas de Friburgo têm hoje mais de 2 mil lâmpadas queimadas

Serviços Públicos trabalha em dois turnos desde fevereiro. Prefeitura conclui edital para contratar nova empresa que fará o serviço
terça-feira, 16 de abril de 2019
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
O serviço sendo realizado nesta terça (Divulgação PMNF)
O serviço sendo realizado nesta terça (Divulgação PMNF)

A substituição de cerca de 4,6 mil lâmpadas queimadas em postes de Nova Friburgo deve ser concluída no próximo mês, informou nesta terça-feira, 16, o secretário municipal de Serviços Públicos, Amarílio Salarini. Desde que a pasta assumiu o serviço temporariamente, em fevereiro, 2.400 luminárias já passaram por reparos.

“A expectativa é executar todas as ordens de serviço abertas em até um mês. A partir do momento em que todas elas estiverem concluídas, a equipe atenderá os novos pedidos em até 24 horas”, afirmou o secretário.

De acordo com Salarini, funcionários da secretaria têm feito a substituição de 120 lâmpadas por dia, em média. Faltam ainda em torno de 2.200 luminárias, demanda reprimida que começou a se acumular a partir de outubro de 2018, quando terminou o contrato com a empresa terceirizada que realizava o serviço no município.

Desde então, nenhuma outra empresa foi contratada pelo governo para dar continuidade à manutenção da iluminação nos postes. Em janeiro, diante das reclamações da população que estava às escuras, a prefeitura alugou dois caminhões guindalto e uma caminhonete picape para realizar o serviço por conta própria.

Para atender a demanda, as equipes estão trabalhando, segundo Salarini, dia e noite na cidade, das 7h às 16h e das 19h às 4h. Ao todo, são três eletricistas, atuando durante o dia e outros dois à noite. Além das ordens de serviço, o atendimento é feito por ronda em localidades onde há maior necessidade e em áreas com super postes.

No último fim de semana, foi concluído o serviço em todo corredor de super postes da Avenida Emil Cleff, no Bairro Ypu. As luzes dos super postes da Via Expressa, em Olaria, também foram substituídas. As lâmpadas utilizadas nestes pontos são de 400 watts, com reator interno mais potente.

Paralelamente, as equipes que executam a manutenção da iluminação pública também estão substituindo relés fotoelétricos antigos que têm deixado lâmpadas acesas sem necessidade durante o dia. Esse equipamento aciona ou desliga a lâmpada do poste de acordo com a luz ambiente.

Dever das prefeituras

Desde 2014, a troca de lâmpadas nos postes deve ser realizada pelas prefeituras, conforme determina uma resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A taxa de iluminação pública cobrada pelas concessionárias nas contas de luz é transferida para os cofres dos municípios, que devem aplicar os recursos na melhoria do serviço.

Em Friburgo, a concessionária Energisa repassa para a prefeitura cerca de R$ 1,2 milhão por mês da taxa de contribuição da iluminação pública (CIP). De tanto receber queixas de clientes sobre a falta de luz em suas ruas, a empresa passou a enviar na conta de energia, este mês, panfleto em que explica que não cabe a ela fazer a manutenção nos postes.

Segundo a prefeitura, o processo para contratação de uma nova empresa que fará manutenção da iluminação pública está em andamento. A nova licitação já possui Termo de Referência pronto e está na fase de cotação. O novo edital vai contemplar grande quantidade luminárias em LED, que consomem menos energia e iluminam as ruas com mais qualidade.

Atualmente, quem liga para o Setor de Iluminação Pública da Secretaria Municipal de Serviços Públicos, telefone (22) 2525-9125, tem o pedido anotado e recebe um número de protocolo de atendimento, mas é informado de que não há prazo para a troca das lâmpadas nas ruas.

 

LEIA MAIS

Convênio a ser assinado nesta quinta pode beneficiar Serramar, Terê-Fri, RJ-150 e RJ-148

Segunda audiência pública será no dia 22. Objetivo é suprir lacunas da lei e evitar o crescimento desordenado de Friburgo

Assunto foi discutido em audiência na Câmara Municipal com participação das secretarias de Obras, Educação e Defesa Civil

Publicidade
TAGS: obra