Rock do Agasalho “esquenta” a praça neste domingo

Cinco bandas tocam de graça na Getúlio Vargas das 14h30 às 21h para arrecadar roupas de frio e espalhar “sinapses do bem”
sexta-feira, 14 de junho de 2019
por Adriana Oliveira e Ana Borges (redacao@avozdaserra.com.br)
A galera do Rock DaKombi:
A galera do Rock DaKombi: "sinapses do bem" (Foto: Divulgação)

Neste domingo, 16, faltando cinco dias para a chegada oficial do inverno, a previsão de frio não deve valer para a Praça Getúlio Vargas, que promete ferver das 14h30 às 21h com a quarta edição do Rock do Agasalho. Serão cinco bandas top de Nova Friburgo tocando de graça para não deixar ninguém parado: as veteranas Rock DaKombi, Expresso Santiago e Opium; e duas revelações, a potência vocal de Giovana Aguilera, de apenas 12 anos, e a Carga Dupla, formada só por garotos. Além, é claro, de muita solidariedade.

Durante a ação serão recolhidos cobertores, agasalhos e roupas de frio destinados à  população em vulnerabilidade social de Nova Friburgo. Os donativos, que no ano passado lotaram duas Kombis com um total de 1.200 peças, serão distribuídos pelos próprios organizadores da campanha aos principais abrigos da cidade: Lar Abrigo Amor a Jesus (Laje), na Lagoinha; Casa dos Pobres São Vicente de Paulo, em Duas Pedras; Terezinha de Jesus, no Amparo; e Clínica Santa Lúcia, em Mury. Também serão beneficiados moradores de rua e, com a preciosa ajuda de trilheiros e jipeiros, famílias pobres que moram em áreas isoladas e de difícil acesso.

À frente da ação está Celso Silveira, líder da banda e do movimento de arte de rua Rock DaKombi, com apoio da Sonora, que montou gratuitamente o som do evento, da Secretaria Municipal de Turismo, que cedeu o espaço, e de dezenas de amigos. “Somos hoje uma família que não para de crescer. O objetivo é espalhar as sinapses do bem”, diz Celso.

Já na quarta edição, o Rock do Agasalho este ano traz uma novidade: pela primeira vez, o movimento está se expandindo para além do centro de Friburgo. No domingo passado a campanha foi feita em Cachoeiras de Macacu, onde metade da Kombi ficou cheia de donativos, e no próximo dia 29 será repetida em Lumiar. O município de Teresópolis, onde o Rock DaKombi se apresenta com frequência, também terá um evento semelhante em meados de julho, já pelo segundo ano consecutivo.

Celso conta que a iniciativa começou meio que por acaso, em 2016, a partir de um frustrado projeto de trazer movimentos de arte de rua do Rio de Janeiro para Friburgo. Os grupos de fora da cidade acabaram desistindo e, para não perder o espaço, o músico decidiu lançar um festival de arte de rua local, dando início ao primeiro Rock do Agasalho e, por tabela, à formação atual do Rock DaKombi: Celso na guitarra; Paulo Victor Bezerra na voz e no baixo; Wander BlackLight na guitarra; e Marcelo Mandarino na bateria.

Criada em 2013 como um movimento de arte de rua, a banda Rock DaKombi percorre praças e outros espaços públicos realizando apresentações gratuitas em prol de causas sociais. Além do Rock do Agasalho, o grupo promove o Kombi Noel no Natal, e o Rock das Crianças em outubro. Sempre em parceria com a Belinha e sua Malinha, que distrai as crianças com brincadeiras de circo. Na essência, a missão de popularizar a cultura e promover o bem.

Para Celso, esse tipo de mobilização é fundamental para melhorar a vida em sociedade. “Acredito que a nossa salvação somos nós mesmos. É nossa obrigação começar a nos mobilizar e cobrir as brechas deixadas pelos governantes; é nossa responsabilidade ajudar ao próximo, e não devemos pensar nisso como uma caridade, mas sim como uma obrigação, um ato espontâneo de amor ao próximo”, afirma.

Após o show do Rock do Agasalho, entram em ação, além do Celso DaKombi, os trilheiros, com suas motos, e os jipeiros, com seus veículos 4x4, integrantes do grupo Amigos da Serra off Road, para ajudar na distribuição de cobertores, agasalhos e roupas de frio doados durante a apresentação dos músicos nos eventos que realizam, com esse propósito.   

Segundo Allan Rosa, um dos jipeiros, esse tipo de parceria vem se consolidando e se expandindo em cada oportunidade que surge de distribuir o material arrecadado. E, ao mesmo tempo, aproveitar para estreitar as relações com os moradores das comunidades que visitam.

“O Celso promove o Kombi Noel que arrecada brinquedos ao longo do ano para distribuir no Natal, e quando o inverno se aproxima, ele realiza o Rock do Agasalho. Como o volume foi aumentando a cada ano, nos juntamos a ele para ajudar a levar as doações também à zona rural e algumas regiões mais afastadas e de difícil acesso. Ano passado, por exemplo, a doação de agasalhos superou as expectativas, lotando duas kombis. Então, deu até para atender também os moradores em situação de rua, além dos menores assistidos pela Aldeia da Criança Alegre, em Centenário”, revelou.   

“Nós, os jipeiros, começamos esse trabalho apenas no ano passado, mas o Celso já vem fazendo esse trabalho há muito tempo, acho que há uns três ou quatro anos. Inspirados por ele, criamos o Trilha Noel, e com a ajuda de amigos, empresários, comerciantes, também arrecadamos brinquedos para presentear as crianças, no Natal. Independente dessa atividade, ao longo do ano, recebemos telefonemas de pessoas que às vezes nem conhecemos, nos avisando que arrecadaram roupas, brinquedos e outros artigos para nossas campanhas. Então, animados, vamos buscar essas doações onde estiverem”, contou Allan.       

Ele aproveitou a oportunidade para demonstrar seus sentimentos em relação às parcerias e ao trabalho que realiza com os amigos e colaboradores: “Com certeza, essa iniciativa do Celso nos inspira, alimenta ainda mais nossas ações e nos incentiva a fazer cada vez mais. Agradeço muito ao Celso por isso”, encerrou Allan.

    

 

LEIA MAIS

Primeiro fim de semana de outubro promete ser de muito calor. Veja a previsão para o Rock in Rio

Outubro chega com sol e temperaturas em elevação

As abelhas normalmente polinizam flores amarelas e azuis

Publicidade