RJ-116 é liberada após 4h de operação de retirada de cilindros

Carga estava derrubada na rodovia com risco de rolagem; retenções foram extensas
quarta-feira, 11 de julho de 2018
por Jornal A Voz da Serra
O içamento de um contêiner com os cilindros (Foto: divulgação Rota 116)
O içamento de um contêiner com os cilindros (Foto: divulgação Rota 116)

Durou quase quatro horas, o dobro do previsto, a operação nesta quarta-feira, 11, de retirada de contêineres com cilindros de gás GNV que eram transportados por uma carreta que tombou na noite de sábado na altura do Km 60, na Serra dos Três Picos, em Cachoeiras de Macacu. 

Segundo a concessionária Rota 116, a operação foi concluída e o tráfego de veículos no trecho foi  totalmente  liberado, nos dois sentidos, às 15h10m. O trecho havia sido completamente interditado às 11h24m, quase uma hora e meia depois do anunciado, e houve uma liberação parcial do fluxo entre 12h50m e 13h42m, para atenuar um pouco as longas retenções que se formaram na estrada.

A operação foi delicada porque, embora os cilindros estivessem vazios, a Rota 116 temia a ocorrência de acidentes, provocados pelo possível desprendimento e rolagem de algum deles. Por isso a retirada contou com o apoio e a supervisão de homens do Corpo de Bombeiros, do Batalhão da Polícia Rodoviária Estadual e da empresa responsável pela carga.

A carreta que transportava os cilindros foi destombada e retirada da rodovia em outra operação, na madrugada de terça-feira.

 

LEIA MAIS

Alerj promulgou texto que beneficia motoristas que moram ou trabalham em municípios com praças de cobrança

Últimas placas, as de final 9, têm prazo entre 1º de fevereiro (valor total) e 9 de março (parcelado)

Durante audiência pública, a maioria dos participantes demonstrou aceitação às mudanças

Publicidade
TAGS: Trânsito