RJ-116 deve ter fluxo de 180 mil veículos no feriadão de Ano Novo

Concessionária mantém operação especial até 2 de janeiro
sexta-feira, 28 de dezembro de 2018
por Jornal A Voz da Serra
RJ-116 deve ter fluxo de 180 mil veículos no feriadão de Ano Novo

A concessionária Rota 116, responsável pelo trecho concedido da RJ-116 entre os municípios de Itaboraí e Macuco, estima que desta sexta-feira, 28, até às 12h da terça-feira, 2 de janeiro, 180 mil veículos passem pela rodovia para as festas de fim de ano. O movimento do réveillon também será atendido pela operação especial de trânsito montada pela concessionária.

Para o período, equipes estarão posicionadas em pontos estratégicos da rodovia para auxiliar motoristas em casos de pane seca, acidentes e falhas mecânicas. A concessionária orienta que, em caso de emergência, os motoristas acionem o Serviço de Apoio ao Usuário, pelo telefone 0800 282 0116. Estarão à disposição os serviços de guinchos, viaturas de inspeção de tráfego, ambulâncias-resgate, caminhões para apreensão de animais, carro-pipa e também uma equipe especializada para atendimento a acidentes envolvendo produtos perigosos.

Outra orientação é para que os motoristas respeitem a velocidade máxima permitida, assim como os radares, que de acordo com a concessionária estão em funcionamento e sendo operados pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Nas praças de pedágio nos quilômetros 1,9 em Itaboraí; 48,8 em Cachoeiras de Macacu; 90,3 em Nova Friburgo e 122,3, em Cordeiro, serão disponibilizados no sistema de papa-filas para agilizar a passagem dos veículos nos períodos de fluxo mais intenso. A tarifa é de R$ 5,80 para carros, R$ 11,60 para veículos de dois eixos com rodagem dupla e R$ 23,20 para autos de três a seis eixos nos dois sentidos das pistas. Para os de sete eixos ou mais, o valor será de R$ 5,80 por eixo. Motocicletas são isentas da tarifa.

 

LEIA MAIS

Lamaçal dificultou passagem de veículos durante o Natal

Concessionária monta esquema especial para os dois feriadões

Aumento de R$ 0,27 na tarifa em 2017 foi feito para pagamento de propina a ex-governador, diz MP

Publicidade
TAGS: Trânsito | Turismo