Revista americana mostra a espetacular fazenda de Lenny Kravitz em Duas Barras

Roqueiro-designer montou a 40km de Friburgo um “paraíso de arte”, mesclando rabiscos nas paredes e móveis assinados
quarta-feira, 17 de abril de 2019
por Adriana Oliveira (aoliveira@avozdaserra.com.br)
Num dos ambientes da fazenda, um retrato da mãe do cantor, a atriz Roxie Roker, e um banco de madeira tauari de Sergio Rodrigues (Fotos: Simon Upton/ AD)
Num dos ambientes da fazenda, um retrato da mãe do cantor, a atriz Roxie Roker, e um banco de madeira tauari de Sergio Rodrigues (Fotos: Simon Upton/ AD)

Uma das mais respeitadas publicações especializadas em design de interiores, a revista americana “Architectural Digest” revelou para o mundo nesta quarta-feira, 17, o “paraíso de arte” montado pelo pop-star Lenny Kravitz na sua fazenda em Duas Barras, a 40km de Nova Friburgo. A revista lembra que, além de vencedor do Grammy, considerado o Oscar da música, Lenny também é designer. Sua marca, a Kravitz Design, foi lançada há seis anos em Nova York, focada na concepção criativa de vários produtos.

As fotos da fazenda colonial, radicalmente modernizada por dentro, mostram móveis cheios de estilo, alguns assinados pelo próprio Kravitz, outros por designers estrangeiros, outros por brasileiros como Sergio Rodrigues e Zanini de Zanine. Paredes rabiscadas pelo próprio Lenny e seus amigos convivem com outras, pintadas por artistas plásticos conceituados como Chris Wyrick.

Na suíte master gigante, com vários ambientes (acima), excentricidades chamam atenção, como uma banheira antiga de cobre ao lado da cama, despojada, disposta diretamente no chão. Pelos ambientes, muita madeira como imbuia, pinus, mogno e antiguidades de todas as épocas, incluindo peças da década de 60. Não ficaram de fora nem mesmo os cavalos mangalargas marchadores encilhados à sombra e o cão labrador, chamado Neon.

Segundo a revista, Lenny Kravitz entende de sedução, tanto na música que faz quanto na vida que leva. “Ele vem talhando uma extraordinária visão idiossincrática que funde diferentes gêneros, épocas, estilos e influências”, escreve o repórter Mayer Rus.

Kravitz conta que descobriu Duas Barras por acaso, durante uma turnê uma década atrás, e explica como se apaixonou pelo lugar. “Eu estava viajando pelo Brasil e ficando cada vez mais atraído pelas pessoas, pela cultura, pela música e pela terra também. Há algo incrivelmente poderoso e majestoso aqui”, disse ele à revista.

No fim daquela turnê, menos de 24 horas antes do embarque com a equipe para Miami, ele recebeu uma ligação de um amigo no Rio convidando-o a visitar uma propriedade no interior. Seguindo a intuição, ele aceitou a aventura, pernoitou lá e, pela manhã, acordou na “paisagem mais espetacular e deslumbrante que você pode imaginar: um vale cercado por montanhas, cachoeiras, cavalos, macacos, vacas, árvores frutíferas e campos”.

Com o tempo, as visitas foram ficando cada vez mais longas. Certa vez acabou ficando seis meses, aprendeu a montar e se reconectou com a natureza. “Nunca me senti tão calmo, tão perto de Deus”, afirmou.

A fazenda foi comprada por US$ 3 milhões. Lenny incrementou a propriedade com uma academia de ginástica, um parque aquático e, claro, um estúdio de gravação. As reformas eram supervisionadas à distância, pelo “FaceTime”. A mobília foi despachada de navio, em contêineres. “Algumas peças se harmonizaram lindamente, outras não. O processo foi bem improvisado, como fazer música”, comparou o músico de 54 anos.

 

LEIA MAIS

Cantora de 24 anos faz Lulu Santos virar a cadeira para sua interpretação de Adele

Evento contará com 13 apresentações individuais de voz e piano e será encerrado pela revelação Giovana Aguilera, de 12 anos

No teatro do Country Clube tem Camerata de Violões, dirigida por Valmyr Oliveira

Publicidade
TAGS: Música