Resgate de suspeitos na Pedra do Imperador dura quase 24h

Um dos seis integrantes do grupo que usou trilha para fugir da polícia caiu e morreu
terça-feira, 05 de fevereiro de 2019
por Jornal A Voz da Serra

Durou quase 24 horas a operação de resgate de um grupo de rapazes que usou a trilha de acesso à Pedra do Imperador para fugir da polícia, no início da noite de segunda-feira, 4. No fim da tarde desta terça, 5, quatro jovens já tinham sido resgatados e presos, e um quinto estava descendo a montanha por cordas. O sexto rapaz sofreu uma queda e morreu no local antes das operações de resgate.

Os rapazes passaram a noite inteira na pedra, em local de difícil acesso. A operação mobilizou bombeiros, munidos de equipamentos de escalada. Um drone da Cruz Vermelha também auxiliou a operação. O mau tempo impossibilitou o uso de helicópteros.

Segundo informações iniciais do 11º BPM, durante patrulhamento no bairro de Olaria, um grupo de seis rapazes teria corrido para a mata para evitar a abordagem policial. Durante a madrugada, moradores da região relataram fogueiras e gritos.

O primeiro jovem foi resgatado por volta das 14h de terça, depois que dois oficiais do 6º Grupamento do Corpo de Bombeiros conseguiram chegar ao local. Uma equipe de A VOZ DA SERRA foi até o local para acompanhar de perto a ação. Por volta das 15h30 a chuva voltou a apertar, mas o comandante do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Alexandre Pitaluga, garantiu que o resgate iria continuar.

Ainda de acordo com o comandante, por volta das 16h30 quatro dos cinco sobreviventes, sendo três menores e um adulto, já estavam fora de perigo, e os bombeiros já haviam iniciado o resgate do último integrante. O corpo do sexto jovem foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal (IML). Até a atualização desta notícia a operação ainda não tinha sido concluída.  

 

Publicidade
TAGS: