Raul Sertã e Maternidade vão ter câmeras contra furtos e vandalismo

Empresa especializada em segurança eletrônica será contratada pelo valor máximo de R$ 70 mil, por 12 meses de contrato
quinta-feira, 05 de dezembro de 2019
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
Raul Sertã e Maternidade vão ter câmeras contra furtos e vandalismo

Os hospitais municipais Raul Sertã e Maternidade Dr. Mário Dutra de Castro em breve passarão a ser monitorados por câmeras. A Prefeitura de Nova Friburgo publicou na edição do último dia 30 de novembro do Diário Oficial eletrônico do município um aviso de pregão para contratação de uma empresa especializada em segurança eletrônica para execução de serviços de monitoramento por câmera de vigilância para atender as necessidades das duas unidades de saúde.

O pregão presencial, que inicialmente seria no próximo dia 16, foi adiado para 17 de janeiro de 2020, às 10h. A estimativa de custo é de R$ 70.182,60 para um período de 12 meses de contrato. A pedido de A VOZ DA SERRA, a Secretaria Municipal de Saúde, através da Subsecretaria de Comunicação Social, enviou uma nota esclarecendo que, “segundo as justificativas apresentadas pelas unidades de saúde, a contratação tem o objetivo de aumentar a segurança dentro do Hospital Raul Sertã e da Maternidade, propiciando mais segurança aos usuários, além de garantir a integridade do patrimônio público”. Ainda segundo a nota, “as câmeras serão monitoradas pela empresa a ser contratada”.

Câmeras vão inibir furtos e vandalismo

A expectativa é de que, após a realização do pregão presencial, a empresa vencedora do certame possa iniciar as instalações já no início de 2020. A instalação de câmeras para o monitoramento das unidades de saúde é um assunto que já vinha sendo discutido há bastante tempo. Como esclarecido pela prefeitura, a iniciativa trará mais segurança à pacientes e funcionários.

Conforme noticiado por A VOZ DA SERRA, ao longo dos últimos dez anos, pelo menos, as unidades de saúde, em especial o Hospital Municipal Raul Sertã, também sofrem com furtos e atos de vandalismo. Já foram furtados computadores da Central de Regulação da unidade, portão de ferro e portas de madeira e vidro já foram arrombadas e quebradas. Em outra ocasião, veículos da Fundação Municipal de Saúde tiveram os motores inutilizados devido ao despejo de açúcar no tanque de gasolina. Já no hemocentro, exames foram danificados recentemente com a adulteração de reagentes utilizados para a realização dos exames clínicos em mais uma ação criminosa. Em outro caso já registrado, uma mulher teve o celular roubado no estacionamento do Hospital Municipal Raul Sertã. Ela foi rendida pelo criminoso, que roubou o aparelho e fugiu em seguida.

Situações como estas poderiam ter sido evitadas se a unidade de saúde fosse dotada de câmeras de segurança. Mesmo que não iniba atos como estes, o equipamento pode ajudar na identificação e, consequente, punição dos responsáveis. 

 

LEIA MAIS

Iniciativa cria centro de pesquisas voltado à indústria têxtil de Friburgo e prevê aprimoramento de respiradores

Comércio de rua pode abrir também neste sábado; bares e restaurantes podem lotar até 70% da capacidade e fechar às 22h

Maracanã seria, provavelmente, o primeiro estádio a receber torcedores no pós-pandemia

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: saúde | Segurança