Ramal Friburgo-Sumidouro pode ser incluído em plano de recuperação de malha ferroviária

Objetivo é fomentar turismo no estado a partir das estações de trem
quinta-feira, 14 de novembro de 2019
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
Estação de trem de Conselheiro Paulino (Arquivo AVS)
Estação de trem de Conselheiro Paulino (Arquivo AVS)

Um projeto de lei do deputado Welberth Rezende (PPS),  aprovado recentemente pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), propõe a inclusão do ramal Nova Friburgo-Sumidouro no Plano Estadual de Recuperação da Malha Ferroviária. O texto seguiu para o governador Wilson Witzel, que pode sancionar ou vetar.

O programa foi criado por lei com o objetivo de fomentar o turismo do estado a partir da recuperação das estações de trem, permitindo a realização de convênios entre o governo federal, o governo estadual e os municípios. A notícia foi recebida com bastante entusiasmo pelos integrantes da Associação dos Amigos da Preservação da Memória e do Patrimônio Ferroviário Barão de Nova Friburgo, o Clube do Trem, criada em agosto de 2017 com o objetivo de resgatar a memória deste meio de transporte que tanto contribuiu para o desenvolvimento do Brasil e de Nova Friburgo, é claro.

“Isso é uma realidade. E o mais importante é que essa frente parlamentar tem quase 20 deputados, o que significa que é um assunto que desperta o interesse dos parlamentares. Isso é algo muito positivo. O Clube do Trem é uma instituição que quer apenas ajudar. Só desse tema estar em pauta e, sobretudo, a criação da Frente Parlamentar Rio nos Trilhos são fundamentais para o possível resgate da malha ferroviária no Estado. O panorama é bastante favorável me estamos bastante animados”, disse Ordilei Alves da Costa, presidente do Clube do Trem de Nova Friburgo.  

No último dia 6 de novembro, foi realizada no plenário da Alerj a primeira Audiência Pública denominada “Rio de Janeiro de volta aos Trilhos – passado, presente e futuro”, juntamente com a Comissão Permanente de Turismo da Casa legislativa, para que possam promover o turismo ferroviário no Estado. O encontro teve como objetivo iniciar a elaboração de formas de revitalizar a malha ferroviária fluminense, com o objetivo de aprimorar o turismo, o comércio e a produção local.

“A Frente Parlamentar Rio nos Trilhos será uma defensora do resgate da nossa memória ferroviária. Além de representar mais uma opção de transporte aos cidadãos fluminenses, fomenta o turismo das cidades impactadas. Essa defesa é importante e será um marco para a ferrovia fluminense”, afirmou o deputado estadual Welberth Rezende (PPS), que preside a Frente Parlamentar.

Frente Parlamentar Rio Nos Trilhos

Além de apresentar propostas para viabilizar a reativação da malha ferroviária fluminense, a Frente Parlamentar Rio nos Trilhos também pretende contribuir para a elaboração do Plano Estratégico Ferroviário do Estado e acolher denúncias contra a destruição do patrimônio ferroviário, buscando formas de preservar esses bens.

 

LEIA MAIS

Visitas são gratuitas e abertas à população dois fins de semana por mês

Municípios estão fazendo o levantamento de todas as atrações ao longo dos 68 km da RJ-130

Visitantes de quase 50 cidades fluminenses, além de SP, ES, MG, RS e até do exterior: EUA, Austrália e Itália

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Turismo