Projeto Lápis no Papel abre vagas para jovens e adultos

Iniciativa do município oferece material escolar e vale-transporte aos alunos
segunda-feira, 12 de março de 2018
por Karine Knust (karine@avozdaserra.com.br)
Projeto Lápis no Papel abre vagas para jovens e adultos

A Escola Municipal Jardel Hottz, nas Braunes, agora tem uma turma de Educação de Jovens e Adultos (EJA) aberta à comunidade. Até o ano passado, a unidade funcionava apenas para o projeto Lápis no Papel, responsável por oferecer aulas para turmas do 1º ao 5º anos do Ensino Fundamental (antiga alfabetização até a 4ª série do primeiro segmento) exclusivamente para funcionários da prefeitura. Agora, todos os interessados podem se inscrever na iniciativa. De acordo com a prefeitura, o objetivo é dar a chance de continuidade de estudo para mais pessoas.

    O Lápis no Papel é um projeto desenvolvido há mais de seis anos pelo governo municipal. Walter da Silva, funcionário público e aluno do projeto, ficou em primeiro lugar no concurso de poesia em uma noite literária. Para ele, a iniciativa tem sido um divisor de águas. “Estou muito feliz com esse projeto. Trabalho o dia inteiro e já chego um pouco cansado, mas acho que para ir mais além em alguma coisa na vida tenho  que me esforçar e continuar a caminhada. Estudando se abre mais a mente. Contribui muito para nossa formação, para o nosso caráter e como cidadão”, afirma Walter.

“O objetivo com esse projeto é levar conhecimento a uma população que teve os direitos negados ao longo da vida. Às vezes não tiveram condições de estudar no tempo certo por estarem trabalhando, e agora tem essa oportunidade. Nunca é tarde para começar”, afirma a diretora da unidade, Adriana Machado. Ainda segundo Adriana, todos os alunos da EJA do Jardel Hottz têm os mesmos direitos dos estudantes da rede regular, por isso eles recebem o kit para estudos, fornecido pelo município, e vale transporte.

Para participar das aulas da EJA é preciso ter 15 anos ou mais. Os interessados devem comparecer a sede da Escola Municipal Jardel Hottz, na Rua Vicente de Moraes, Braunes, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Vale lembrar que não é preciso comprovar baixa renda para garantir a vaga, mas é preciso apresentar comprovante de residência, identidade e CPF no ato da inscrição. O governo municipal não divulgou quantas vagas estão disponíveis na unidade.

    A modalidade de ensino EJA conta com mil alunos em Nova Friburgo. Além das turmas do projeto Lápis no Papel, outras 20 instituições escolares também disponibilizam o trabalho no município. Os bairros contemplados com unidades municipais que oferecem ensino para jovens e adultos são Chácara do Paraíso, Campo do Coelho, Centro, Conselheiro Paulino, Salinas, Cascatinha, Amparo, Riograndina, Jardinlândia, Ponte da Saudade, Lagoinha, São Geraldo, Barracão dos Mendes, Olaria, Rio Bonito, Vila Nova, Cordoeira e Conquista.  

 

Publicidade
TAGS: