Primeira Igreja Batista celebra seu centenário

segunda-feira, 31 de outubro de 2011
por Jornal A Voz da Serra
Primeira Igreja Batista celebra seu centenário
Primeira Igreja Batista celebra seu centenário

A história revela que em 1906 os missionários Daniel F. Crosland e A. L. Dustam iniciaram suas atividades religiosas em Nova Friburgo. Em 1907 foi alugada uma casa para servir de santuário, com o auxílio do evangelista Kleber Martins. Em 1908, o pastor Daniel Crosland fez os primeiros batismos, imergindo os irmãos Evaristo e Dorcelina dos Santos. Teve início então uma série de perseguições religiosas, sendo necessário solicitar constitucionalmente a proteção do Governo do Estado do Rio de Janeiro. Foram enviados 12 praças de infantaria e cavalaria para garantir a liberdade religiosa. Ainda em 1908, mudou-se para a cidade o missionário A. B. Christie e em 21 de outubro de 1911 era organizada a Primeira Igreja Batista de Nova Friburgo.

A igreja foi liderada pelos pastores Antônio Charles, Aristóteles Queiroz, Clério Boechat, Abelar Suzano de Siqueira, Benjamim Monteiro, Antonio Soares Ferreira, Gladistone Francisco Paixão, Waldir Rocha, Francisco Mancebo Reis, Dylton Francioni de Abreu, Nilson Nobre de Oliveira, João Soares Filho, Jair Garcia de Cerqueira, Jairo Moreira e atualmente, há 17 anos, o pastor José Francisco Aguiar do Amaral.

A igreja na atualidade

Durante o ministério do pastor Amaral a Primeira Igreja Batista de Nova Friburgo construiu o edifício de cinco pavimentos que abriga o seu novo santuário, com capacidade para 1.200 pessoas, e o Departamento de Educação Religiosa nos andares superiores. No sítio da igreja, em Campo do Coelho, foram construídos refeitório e alojamentos, totalmente equipados e com infraestrutura para atender duzentas pessoas. Foi adquirido um apartamento no centro da cidade e utilitários para transporte e auxílio de membros e assistência social.

A igreja atua no auxílio das necessidades da população friburguense, trabalho que até hoje ameniza as dores dos flagelados da última catástrofe, além de prover com assistência psicológica e espiritual as famílias. Atua também através de diversos ministérios, com destaque para a assistência social, música e adoração, adolescentes e jovens, missões e os ministérios de homens, infantil e feminino, além do Coral Jesus Fonte da Vida, com 40 vozes, liderado pela esposa do pastor, a maestrina Rísia Confessor.

O pastor Amaral

Natural de Esteio (RS), Francisco Amaral é pastor há 35 anos; mestre em teologia pelo Seminário Teológico Batista de Hong-Kong (China), onde foi missionário por cinco anos; formado em teologia pelo Seminário Teológico do Sul do Brasil e também pós-graduado em psicanálise clínica pela Associação Brasileira de Psicanálise Clínica; licenciado em filosofia pela Universidade Dom Bosco, possui diploma de estudos de liderança avançada pelo Instituto Haggai, cursado em Cingapura; e especialista em política e estratégia pela Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (Adesg).

O pastor Amaral atuou como pastor-presidente da Primeira Igreja Batista em Madureira-RJ, durante seis anos; pastoreou a Primeira Igreja Batista de Caxias do Sul (RS) por seis anos; fundou e organizou a Segunda Igreja Batista de Madureira, a Segunda Igreja Batista de Caxias do Sul, e a Igreja Batista em Fazenda da Bica (RJ); e fundou os trabalhos com famílias coreanas no Rio de Janeiro, resultante na Igreja Missionária Oriental (RJ).

O pastor Amaral também atuou a favor da educação, fundando a escola Edificare (ensino médio e elementar), em Caxias do Sul, e organizando o Seminário Teológico Monte Sinai, que formou vários pastores e líderes eclesiásticos em Nova Friburgo; foi condecorado com o título de Cidadão do Estado do Rio de Janeiro, pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro; foi homenageado com a medalha de Comenda de Caxias do Sul e com o título de cidadão friburguense, dentre vários outros títulos. É professor acadêmico e escritor, autor de quatro livros: “Ele desafiou o império Chinês”; “Pai Nosso: oração em segredo, resposta certa”; “Seu lar não merece isso...” e “De derrotado a vitorioso”.

Festividades na igreja e na Câmara Municipal

No domingo, 23, a Primeira Igreja Batista iniciou as comemorações do centenário com um culto festivo que contou com o deputado federal Arolde de Oliveira (diretor da Gravadora MK Publicitá e da maior rádio evangélica do Brasil, Melodia FM). Arolde apresentou o cantor William Nascimento e o orador da noite, pastor Francisco Carlos Côrtes.

Na terça-feira, 25, a Câmara Municipal realizou sessão solene, proposta pelo presidente, vereador Sérgio Xavier, para celebrar o centenário da Primeira Igreja Batista de Nova Friburgo. Xavier ressaltou a importância da igreja na história da cidade e mencionou seu papel na assistência aos desabrigados da última enchente.

O pastor Amaral fez leitura de textos bíblicos e disse que os cristãos têm orado pela vida dos políticos de Nova Friburgo. Na sequência, o coral Jesus Fonte da Vida entoou dois hinos e discursaram os vereadores Cláudio Damião, Renato Abi-Râmia, Professor Pierre, Isaque Demani, Marcos Medeiros e Nami Nassif. Retomando a palavra, Sérgio Xavier reiterou todos os discursos que o antecederam e deu por encerrada a sessão solene, congratulando-se com o pastor Amaral pela data.

Publicidade
TAGS: