Presos últimos procurados por espancamento no Terra Nova

Casal foi encontrado em Cachoeiras de Macacu após denúncia ao Disque Denúncia
quinta-feira, 02 de agosto de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa

Policiais civis da 151ª DP prenderam, nesta quarta-feira, 2, os dois últimos jovens procurados por envolvimento no assassinato de Renato Nascimento da Conceição, de 43 anos. O homem foi espancado e obrigado e se jogar do quarto andar de um dos prédios do conjunto habitacional Terra Nova, no distrito de Conselheiro Paulino, no mês passado.

O casal, uma jovem de 22 anos e um rapaz de 21, estavam em Cachoeiras de Macacu e foram encontrados após denúncia repassada ao Disque Denúncia, que estava oferecendo R$ 1 mil por informações que levassem aos procurados pela Justiça. Eles serão encaminhados a um presídio no estado.

Renato foi agredido por um grupo de pessoas após ser acusado de abusar sexualmente de um rapaz, de 22 anos, durante uma festa na madrugada do dia 30 de junho no Terra Nova. A prima do jovem molestado, junto com seu namorado, souberam do caso e teriam contado a versão do estupro a traficantes da região, que determinaram o espancamento.

De acordo com a polícia, Renato foi agredido com pauladas e facadas. Além das agressões, ele foi obrigado se jogar da janela do apartamento onde vivia, no quarto andar de um dos prédios do condomínio. O homem foi socorrido, levado para o Hospital Municipal Raul Sertã, no Centro, mas não resistiu aos ferimentos e morreu dois dias depois na unidade de saúde.

Durante as investigações, seis suspeitos de participação no crime foram identificados e tiveram a prisão temporária decretada pela 1ª Vara Criminal de Nova Friburgo. O primeiro a ser preso foi a suposta vítima do estupro, apontado como um dos mandantes do espancamento. Outros três foram presos no decorrer de julho. Todos têm idades na faixa dos 20 anos.

 

LEIA MAIS

Vítima tentou defender uma mulher de uma briga com o marido

Suspeita é de tentativa de homicídio: 5 tiros foram disparados contra grupo. Vítimas foram levadas para o Raul Sertã

Ex é suspeito de ter matado atual companheiro de mulher com três tiros

Publicidade
TAGS: crime