Preso “químico do tráfico”, acusado de gerenciar venda de drogas

Homem do TCP foi detido numa casa em Riograndina que estaria sendo usada como polo de distribuição para São Geraldo
quinta-feira, 08 de novembro de 2018
por Jornal A Voz da Serra
O material apreendido com o
O material apreendido com o "químico" (Fotos: 11 BPM)

Em operação realizada quarta-feira, 7, agentes do Serviço Reservado (P2), do 11º BPM, prenderam um homem que se identificou como “químico do tráfico de drogas” e membro da facção criminosa Terceiro Comando Puro (TCP). O suspeito foi detido em uma casa no distrito de Riograndina, que de acordo com a PM, estaria sendo usada como polo de distribuição de drogas.

Ainda de acordo com o 11ºBPM, as drogas prepararadas no imóvel abasteceriam pontos de venda no bairro São Geraldo. No local foram apreendidos 142 pinos plásticos de cocaína, outros 465 papelotes do pó, 150 vidros de “cheirinho da loló”, 15 frascos de lança perfume, uma balança de precisão, um litro de mistura para produção de lança perfume, nove frascos de outro produto usado também para este fim, uma vidro conta-gotas, duas seringas e dois celulares.

Em depoimento na Delegacia Legal de Nova Friburgo, o suspeito contou que pertence ao tráfico do morro da Serrinha, na Zona Norte do Rio de Janeiro, e que teria vindo para Nova Friburgo gerenciar o tráfico de drogas no lugar de um traficante que está preso. Ele ainda informou ser responsável pela mistura dos materiais para produção dos entorpecentes, se intitulando como o “químico” da operação.

Na ocasião, o 11ºBPM ainda prendeu um outro suspeito, que possui antecedentes criminais por porte ilegal de armas, ocasião na qual foi preso com um fuzil, e também por envolvimento com o tráfico de drogas. O rapaz também é oriundo do Rio de Janeiro e estaria na lista de procurados, inclusive com recompensa estabelecida. Um terceiro suspeito conseguiu escapar, mesmo após buscas na região. O caso foi registrado na 151ª DP, onde os dois suspeitos permaneceram presos aguardando transferência para uma unidade prisional do estado. 

Na RJ-116, Polícia Rodoviária apreende oito quilos de drogas

Ao tentar desviar de uma abordagem, na altura do Posto 16 do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), em Theodoro de Oliveira, na quarta-feira, 7, um homem em uma motocicleta e uma mulher, na garupa, despertaram a atenção dos agentes que iniciaram uma perseguição pela RJ-116.

De acordo com os policiais rodoviários, o motociclista seguia no sentido a Cachoeiras de Macacu, quando ao perceber a blitz fez o retorno. Na altura do quilômetro 62, na serra dos Três Picos, a mulher que estava na garupa da moto foi avistada caminhando às margens da rodovia. Ela foi identificada pela bolsa vermelha que usava quando foi vista pelos militares pela primeira vez. Foi feita então a abordagem e a suspeita, de 27 anos, que é moradora de São Gonçalo, confessou que havia se desfeito de drogas que transportava na bolsa e apontou para a equipe onde tinha jogado a carga de entorpecentes.

Na bolsa dela, os policiais rodoviários apreenderam um quilo de cocaína. No local indicado, em um matagal próximo ao acostamento da rodovia, os agentes recolheram mais sete quilos de maconha, divididos em três tabletes grandes. A mulher foi encaminhada para a 151ª DP, onde foi autuada em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

O condutor da moto foi preso no dia seguinte, 8, pela equipe do BPRv, em outra operação. Ele foi identificado pelas características informadas pelos policiais que estavam de plantão na quarta-feira. Ele também foi encaminhado para a 151ª DP e permaneceu preso.

Publicidade
TAGS: