Preso em Lumiar suspeito de estupro em Conselheiro

Homem acusado de abusar de menina de 4 anos foi encontrado trabalhando em sítio após denúncia anônima
quarta-feira, 13 de dezembro de 2017
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa

Policiais civis da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) prenderam na manhã desta quarta-feira, 13, o homem, de 41 anos, suspeito de estuprar, na última semana, uma menina, de apenas 4 anos, no loteamento Tio Dongo, no distrito de Conselheiro Paulino, em Nova Friburgo. Segundo a delegada Danielle de Barros, o homem foi encontrado em um sítio em Lumiar, após uma denúncia anônima.

“Recebemos várias denúncias nos últimos dias. Hoje de manhã recebemos outra denúncia e conseguimos encontrá-lo. Ele estava trabalhando no local. Em depoimento na delegacia, ele confessou o abuso”, disse Danielle, enquanto preparava uma representação contra o suspeito. Ela disse que vai pedir a prisão preventiva dele. Se aceita pela Justiça, o homem pode ficar preso até o julgamento. Ele vai responder por abuso de vulnerável.

O estupro aconteceu na última sexta-feira, 9. A Polícia Militar tomou conhecimento depois que a avó levou a menina para atendimento médico no Hospital Municipal Raul Sertã. Lá, a criança foi medicada e a avó, que tem a guarda da neta, disse aos agentes que a criança disse a ela que sofreu o abuso dentro do banheiro da casa onde moram, em Conselheiro.

Após atendimento no hospital, a menina foi levada para o Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exame de corpo de delito. De acordo com Danielle, o laudo confirmou que a criança sofreu o abuso. Ainda segundo a delegada, o homem não tinha nenhum vínculo de parentesco com a avó e a neta. Ele morava de favor com elas e fugiu após cometer a violência.

 

LEIA MAIS

Vítima tentou defender uma mulher de uma briga com o marido

Suspeita é de tentativa de homicídio: 5 tiros foram disparados contra grupo. Vítimas foram levadas para o Raul Sertã

Ex é suspeito de ter matado atual companheiro de mulher com três tiros

Publicidade
TAGS: crime