Prefeitura vai retirar cartazes de postes e lançar campanha de conscientização

Colar propaganda em mobiliário público pode gerar multa de até R$ 3 mil
quarta-feira, 11 de setembro de 2019
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
Cartazes em mobiliário urbano: multa de até R$ 3 mil (Fotos: Guilherme Alt)
Cartazes em mobiliário urbano: multa de até R$ 3 mil (Fotos: Guilherme Alt)

O ato de poluir implica em várias situações. Desde jogar lixo indevido, a som alto, como o caso da poluição sonora. Também temos o exemplo da poluição visual, com cartazes, propagandas e anúncios em locais indevidos. E assim chegamos ao objeto desta reportagem, que são os maus exemplos de poluição visual na cidade. O foco desta vez são   os postes de energia.

Talvez haja desconhecimento da população, mas colar qualquer cartaz, anúncio, propaganda, pode gerar multa de até R$ 4 mil reais. Nossa equipe não precisou ir muito longe para notar que muitos postes tem anúncios de excursões, palestras, empregos, animais perdidos e eventos.

Em um desses eventos, está uma palestra sobre candidaturas independentes que seria realizada na Câmara Municipal, no último dia 12 de agosto. A palestra foi cancelada, mas o anúncio continua colado em vários postes do centro da cidade. Assim como cartazes da Expo Macuco, que ocorreu no último fiml de semana. O evento já passou, mas os cartazes, que já estavam ali de forma irregular, não foram retirados.

A prefeitura informou que a fiscalização desta prática é feita de forma contínua. Segundo o subsecretário de Posturas, Luiz Cláudio Tardin, ao identificar um poste ou ponto de ônibus com cartazes colados é feito o registro fotográfico e o contato com o anunciante, seguido de notificação para retirada do anúncio.

“O prazo para retirada do material é de 30 dias e caso o mesmo não seja retirado, o responsável é multado em um valor que varia de R$ 100 a R$ 3 mil, dependendo da dimensão da ocorrência. A multa é direcionada à empresa que estiver veiculada no anúncio ou até mesmo pessoas físicas”, informou Tardin.

Ainda segundo a prefeitura, a Subsecretaria de Posturas está preparando, juntamente com a Secretaria de Serviços Públicos, uma ação de limpeza deste tipo de material nos pontos de ônibus e firmando parcerias para realização de uma campanha de conscientização sobre o assunto. “A expectativa é de que a ação aconteça em breve, mas ainda sem data definida”, informou a prefeitura.

 

Publicidade
TAGS: