Prefeitura destina R$ 7,1 milhões em subvenções para 49 entidades

Valor é 11,53% maior em relação a 2018. Vinte instituições receberão ajuda com algum reajuste, entre elas a Liga das Escolas de Samba
sexta-feira, 28 de dezembro de 2018
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
Prefeitura destina R$ 7,1 milhões em subvenções para 49 entidades

A Prefeitura de Nova Friburgo poderá destinar R$ 7,1 milhões em subvenções, no próximo ano, para 49 entidades sem fins lucrativos que prestam serviços diversos aos friburguenses nas áreas de saúde, esporte, educação e cultura no município. O valor foi autorizado pela Câmara de Vereadores este mês e é 11,53% maior do que o distribuído este ano. A listagem com instituições contempladas foi publicada nesta quinta-feira, 27, no Diário Oficial do município, em A VOZ DA SERRA.

O jornal comparou a lista de instituições beneficiadas e concluiu que das 49 selecionadas, 47 já faziam parte parte do grupo de subvencionados pela prefeitura em 2018 e terão o benefício renovado para o próximo ano. Duas entidades deixaram o grupo, o Conselho de Pastores de Nova Friburgo (Copenf) e a Sociedade União Beneficente Humanitária dos Operários. Outras duas passaram a integrar a lista: o Cineclube de Lumiar e a escola de samba Acadêmicos do Prado, que está inativa há anos. A agremiação só recebe os recursos se de fato desfilar.  

Somente 20 instituições receberão a subvenção com reajuste em 2019. O maior aumento será dado à Associação das Mulheres Mastectomizadas (Amma), que de R$ 30.554,18 em 2018, poderá receber R$ 50 mil no próximo ano - um reajuste de 63,64%. Em seguida, vem a Associação de Pais e Amigos do Excepcional (Apae), com R$ 801 mil, o que corresponde a um aumento de 33,59%. A Associação Friburguense de Pais e Amigos do Educando (Afape) poderá receber mesmo valor.

De acordo com o comparativo feito pelo jornal, a Liga das Escolas de Samba e Blocos de Enredo de Nova Friburgo (Liesbenf) também teve ajuste expressivo na subvenção. A entidade, que coordena a maior festa popular da cidade, poderá receber do município R$ 190 mil em 2019. Este ano, a liga captou R$ 144 mil. Esse recursos são aplicados, por exemplo, na contratação dos jurados que fazem análise dos desfiles na Avenida Alberto Braune.

Para o carnaval do próximo ano, que acontecerá em março, as agremiações friburguenses tiveram reajuste médio de 5% nas subvenções. As quatro escolas de samba do grupo especial - Imperatriz de Olaria, Alunos do Samba, Unidos da Saudade e Vilage no Samba - receberão R$ 60.663,92, cada. Este ano, o valor pago foi de R$ 57,7 mil. Já os blocos de enredo, que agora são chamados de escolas de samba do grupo A, contarão com R$ 30.331,96 cada para ajudar no preparo dos desfiles na noite do sábado de folia.  

Entre as entidades selecionadas, somente a Associação Friburguense de Letras (AFL) teve corte na subvenção para o próximo ano. A instituição, localizada no prédio anexo à Fundação Dom João VI, na Praça Getúlio Vargas, vai receber R$ 26 mil para custear suas atividades, R$ 967,50 a menos que em 2018.

De acordo com a lista, as demais entidades que não tiveram reajustes para mais ou para menos e receberão os mesmos valores deste ano, entre elas, o Nova Friburgo Convention & Visitors Bureau (R$ 100 mil); a Companhia dos Bichos e da Natureza - Combina (R$ 133 mil); o Friburguense Atlético Clube (R$ 133 mil); as bandas Euterpe Friburguense e Campesina Friburguense (R$ 171 mil, cada); o polo audiovisual Serra Ação (R$ 150 mil) e o Instituto Serrano de Economia Criativa - Isec (R$ 130 mil). Confira a lista completa no Diário Oficial em www.pmnf.rj.gov.br.

Recebem subvenções apenas entidades que preencheram requisitos legais previstos no edital de seleção lançado pela Prefeitura de Nova Friburgo ou aquelas que tiveram as prestações de suas contas aprovadas pelo Executivo no ano correspondente ao repasse da subvenção. O pagamento é feito pela secretaria municipal a qual a subvenção está vinculada. O recurso tem caráter suplementar e não pode ultrapassar o percentual de 49% da receita da entidade.  

 

LEIA MAIS

Recurso não utilizado pelo Legislativo retorna agora para os cofres públicos e sua aplicação será analisada pela prefeitura

Professor alegou motivos pessoais. Subsecretário Igor Pinto volta a comandar a pasta

Secretaria municipal de Saúde oferece 44 vagas com salário de R$ 1.100,33

Publicidade
TAGS: Governo