Prefeitura desiste de construir praça nova em Olaria

Comunidade prefere que o pátio da Secretaria de Mobilidade Urbana dê lugar a um mercado popular
segunda-feira, 10 de junho de 2019
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
O prefeito Renato Bravo se reúne com líderes comunitários (Fotos: Rogério Dias e Henrique Pinheiro)
O prefeito Renato Bravo se reúne com líderes comunitários (Fotos: Rogério Dias e Henrique Pinheiro)

Lideranças do bairro Olaria, junto a empresários locais, comerciantes e vereadores se reuniram na manhã desta segunda-feira, 10, para tentar resolver o imbróglio criado pela possibilidade da construção de uma nova praça no bairro. A prefeitura, inicialmente, planejava destinar R$ 770 mil para a construção de uma praça no local onde hoje é o pátio da Secretaria Municipal de Ordem e Mobilidade Urbana (Smomu), na Rua Vicente Sobrinho. Segundo informações do Executivo, “por hora, a construção de uma nova praça do bairro de Olaria está afastada”.

Há um antigo desejo da prefeitura e de feirantes do bairro para que a tradicional feira livre realizada às quintas-feiras e domingos nas ruas centrais de Olaria, seja realocada para o espaço da Smomu. Muitos moradores apoiam a ideia de se construir um mercadão popular no local onde fora prevista a nova praça. Segundo eles, o mercadão atenderia muito mais as necessidades da região do que a nova praça.

A reunião realizada no gabinete do prefeito Renato Bravo foi considerada muito positiva pelos participantes. Durante esse encontro, foi designado um grupo de trabalho para tomar as decisões com relação ao que será implantado no local.

O projeto inicial da nova praça

A construção de uma praça no pátio da Smomu era, até então, parte de um conjunto de obras a ser executado pela Prefeitura de Nova Friburgo até o ano que vem com cerca de R$ 26 milhões oriundos da venda de ações do município. Inicialmente o montante seria aplicado na compra do prédio da fábrica Ypu para abrigar repartições da prefeitura.

O prefeito Renato Bravo, no entanto, optou por criar o pacotão de obras que além da nova praça em Olaria prevê investimentos na cobertura das laterais da Estação Livre, a antiga rodoviária urbana, na Praça Getúlio Vargas e a ciclovia Paissandu-Duas Pedras. O projeto da praça no pátio da Smomu previa áreas de convivência, um espaço para eventos e shows, espaços para lazer e recreação infantil além da instalação de equipamentos para a prática de atividades físicas.

LEIA MAIS

Previsão era que a segunda etapa da obra ficasse pronta até o final de abril. Prazo agora é junho

Obra é uma antiga reivindicação e vai custar R$ 1.239.646. Previsão de conclusão é em setembro

Estimativa de gasto é de R$ 175.958,76. Somado ao valor das obras de instalação da cobertura nos lados norte e sul, intervenções vão totalizar R$ 1.208.142,92

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: obra