Potencial econômico de Friburgo é tema de debate na Alerj

Fórum de Desenvolvimento do Rio realiza nesta quarta, no plenário, seminário sobre a cidade
terça-feira, 08 de maio de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
A Alerj com a faixa convidando para exposição sobre Friburgo no Salão Nobre (Arquivo AVS)

Para celebrar o bicentenário de Nova Friburgo, o Fórum de Desenvolvimento do Rio, órgão da Alerj, realiza nesta quarta-feira, 9, no plenário da casa, das 9h30 às 13h, o seminário “Nova Friburgo 200 anos: potencialidades e agenda para o futuro”, uma abordagem dos aspectos econômicos de cinco dos principais setores presentes na região. O Palácio Tiradentes (Alerj) fica na Rua Primeiro de Março, s/nº, Centro.

Com 182 mil habitantes, Nova Friburgo conta com um forte setor industrial, responsável por 40% do PIB do município. Os setores de maior destaque são os metalmecânico e têxtil, mas a economia friburguense não se resume a estes dois. Com a criação de polos em segmentos como o da cervejaria artesanal, audiovisual e da agricultura, a cidade vem ganhando espaço com exemplos bem-sucedidos de arranjos produtos locais, beneficiando também toda a região.

“Nova Friburgo é uma das cidades mais dinâmicas do Brasil, de uma beleza natural extraordinária e dona de uma história única formada por muitos povos. Esses aspectos oferecem ao estado mais que exemplo, acima de tudo, oportunidades. O legado para Nova Friburgo é fundamental e precisamos discutir as problemáticas e alternativas para crescermos. O debate da agenda econômica é uma grande chance de construirmos caminhos importantes para o município junto a esses setores”, afirmou o deputado Wanderson Nogueira (Psol), idealizador do evento.

Na ocasião, serão detalhados os dados e o histórico dos segmentos cervejeiro, têxtil, audiovisual, metalmecânico e agrícola, além do impacto dessas atividades no desenvolvimento local.

O debate contará com a participação do diretor executivo da Associação da Indústria Cervejeira de Nova Friburgo e Região (Beer Alliance), Sérgio Paiva; do vice-presidente de Agronegócios da Associação Comercial Industrial e Agrícola de Nova Friburgo (Acianf), Paulo Roberto Cordeiro; da diretora-presidente do SerraAção - Polo Audiovisual de Nova Friburgo e Região, Rosana Barroso; do presidente do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Nova Friburgo (Sindimetal), Claudio Tângari; do presidente do Sindvest, Marcelo Porto; e do coordenador da Divisão de Estudos Econômicos do Rio de Janeiro da Firjan, William Figueiredo.

O cônsul-geral da Suíça no Rio de Janeiro, Rudolf Wyss também falará sobre a relação entre o seu país e o município.

Nova Friburgo foi a primeira cidade do país colonizada por suíços, com a chegada, em 1818, de 261 famílias, ao Brasil, após autorização dada pelo rei Dom João VI. O nome é uma homenagem à cidade de Fribourg, local de onde veio a maioria dos colonizadores. Após o seminário, haverá ainda uma programação cultural com a exibição de curtas-metragens rodados em Friburgo e degustação de produtos da região.

O evento é aberto ao público e a entrada é gratuita. Para confirmar presença basta encaminhar um e-mail com nome completo e cargo que ocupa: forumdesenvolvimentorj@gmail.com.

Programação:

10h15 – Abertura

Deputado Wanderson Nogueira (Psol).

10h30 – “Cenário atual, agenda de futuro e recuperação econômica pós 2011”

William Figueiredo, coordenador da Divisão de Estudos Econômicos do Rio de Janeiro da Firjan.

10h45 – “Ações socioambientais criam novas oportunidades de negócios para agricultores da região”.

Paulo Roberto Celles Cordeiro, vice-presidente de Agronegócios da Acianf.

11h – “Interiorização da produção audiovisual transforma a cidade em celeiro cultural e artístico do país”.

Rosana Barroso, diretora presidente do SerraAção - Polo Audiovisual de Nova Friburgo e Região.

11h15 – “Os 200 anos da indústria metalmecânica na região, a geração de empregos e a forte contribuição para o PIB do município”.

Claudio Tângari, presidente do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e do Material Elétrico de Nova Friburgo (Sindmetal).

11h30 – “Nova Friburgo: Capital Brasileira da Moda Íntima”.

Marcelo Porto, presidente do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Nova Friburgo e Região (Sindvest).

11h45 – “Marca coletiva de cervejas prepara Nova Friburgo para receber Indicação Geográfica (IG)”.

Sérgio Paiva, diretor executivo da Associação da Indústria Cervejeira de Nova Friburgo e Região (Beer Alliance)

12h – “Suíça Brasileira: as relações e a história da colonização”.

Rudolf Wyss, cônsul geral da Suíça no Rio de Janeiro.

 

LEIA MAIS

Exposição da Sociedade Fotográfica em espaços sensoriais na Fundação Dom João VI vai até 29 de agosto

Irmãs Celma e Francisca, Marly Pinel, Frizão e professor João Raimundo são os homenageados, além de entregues várias moções de louvor

Historiadora, pesquisadora e professora Vanessa Melnixenco fala de seu livro, “Nova Friburgo - 200 Anos”

Publicidade
TAGS: 200 anos