Posto da PM em OIaria ganha central de monitoramento

Câmeras foram instaladas por empresário nas principais vias do bairro, para auxiliar na segurança pública
sábado, 21 de outubro de 2017
por Alerrandre Barros
A central de monitoramento dentro do posto da PM (Foto: Henrique Pinheiro)
A central de monitoramento dentro do posto da PM (Foto: Henrique Pinheiro)

As ruas centrais do bairro Olaria estão sendo monitoradas, há quase duas semanas, por 16 câmeras instaladas em pontos estratégicos. As imagens são reproduzidas em um monitor, que fica dentro do Posto de Policiamento Comunitário (PPC) na Praça 1º de Maio, próximo à Igreja Nossa Senhora das Graças.

“As imagens vão ajudar no combate à criminalidade. Empresários vêm ajudando a PM com peças para viaturas, por exemplo, mas essa iniciativa é inovadora e seria bastante interessante se fosse expandida. Quem ganha, acima de tudo, é a população”, disse o comandante do 11º BPM, coronel Eduardo Vaz Castelano.

A central de monitoramento foi ideia do empresário Itamar da Costa Marques, que, segundo Castelano, há muitos anos cuida do posto, seja com pintura, reparos e doação de mobiliário e equipamentos. Recentemente, ele decidiu investir nas câmeras e, com o aval do comandante, contratou uma empresa que presta o serviço.

A PM indicou os pontos que poderiam ser monitorados e os aparelhos foram espalhados pelo centro do bairro. De dentro do posto, o policial de plantão consegue ver a circulação de pedestres e veículos em diversos locais de Olaria que, antes, não eram possíveis ser observados no PPC. O valor do investimento não foi divulgado por Itamar.

Com um simples clique no mouse do computador, o PM consegue aproximar o campo de visão de câmera e ver com mais detalhes o que acontece, por exemplo, no movimentado cruzamento da Avenida Júlio Antônio Thurler com as ruas Presidente Vargas e Maria D’Ângelo Magliano. O sistema monitora os arredores do posto, atrás do Shopping Roseiral e até a Praça do Skate.

Na última quarta-feira, 18, a inauguração da central de monitoramento contou com a participação de vários comerciantes que, animados com a iniciativa, disseram que vão contribuir para a manutenção e ampliação do projeto. Um novo monitor já foi doado pelo supermercado Bramil e outras câmeras serão instaladas no bairro. A Via Expressa também deverá ser monitorada.

“É a primeira vez que um posto da PM em Friburgo conta com um sistema de monitoramento por câmeras. Tomara que o modelo seja adotado e financiado por empresários em outras regiões da cidade. É ótimo para o comércio, para os moradores e para todos”, disse Itamar, que mora há mais de 30 anos em Olaria. O 11º BPM tem postos também em Mury, Amparo e Conquista.  

De acordo com Castelano, as principais ocorrências no bairro mais populoso do município tratam-se de posse e uso de drogas, tráfico, pequenos furtos, desordens causadas por confusões familiares em bares e acidentes no trânsito. Além da prevenção, as imagens do sistema de monitoramento do PPC poderão ser usadas também para investigações da Polícia Civil, porque ficam armazenadas.  
 

Cidade Inteligente

Olaria também tem câmeras do programa municipal Cidade Inteligente, que acompanham trechos movimentados do bairro. As imagens são monitoradas por sete funcionários da prefeitura, incluindo Guarda Municipal, e agentes da PM. Implantado em 2015, os aparelhos monitoram o movimento em espaços públicos 24 horas por dia, sete dias por semana. A iniciativa visa a segurança. Não aplica multas.

 

LEIA MAIS

Vítima de 28 anos sobreviveu a pelo menos 10 golpes, que atingiram pescoço, abdômen e pernas

Suspeito de 32 é acusado de se envolver em brigas em casa noturna no bairro Ypu; veja outros casos de polícia

Caso foi registrado na Deam de Friburgo como tentativa de assassinato

Publicidade
TAGS: crime