Ponte do Encontro dos Rios fechada para obras em pleno verão

Secretaria planeja mais uma interdição esta semana. Trecho da Toca da Onça serve de rota alternativa
quinta-feira, 10 de janeiro de 2019
por Paula Valviesse e Alerrandre Barros (redacao@avozdaserra.com.br)
Ponte do Encontro dos Rios fechada para obras em pleno verão

A ponte do Encontro dos Rios, em Lumiar, será novamente interditada na próxima semana para início das obras de recuperação. A reforma será executada pela Secretaria municipal de Obras, que fará a substituição das vigas e dos pranchões de madeira. Segundo a pasta, o material que será usado foi adquirido através de licitação realizada no ano passado, por R$ 36.298,00, e os próprios profissionais da secretaria irão executar o serviço.

O local foi interditado entre terça-feira, 15, e quinta-feira, 17, e será novamente esta semana, entre terça-feira, 22, e quinta-feira, 24, para a finalização do trabalho. Nesses dias, o acesso de veículos e pedestres ficará suspenso. Como alternativa, a secretaria informou que executou nesta quinta-feira, 10, reparos no trecho que liga a Toca da Onça a Rio Bonito.

Ainda de acordo com a secretaria, o trabalho dependerá das condições climáticas, podendo ser suspenso em caso de chuva.

Em setembro do ano passado, A VOZ DA SERRA denunciou a situação da ponte do Encontro dos Rios, que é o principal acesso entre o distrito e as localidades da Toca da Onça e Aldeia Velha. Segundo a Associação de Moradores e Amigos de Lumiar (AMA Lumiar), a passarela localizada no trecho onde os rios Macaé e Bonito se encontram, está há oito anos sem manutenção.

O local é um ponto turístico muito movimentado. Visitantes costumam parar sobre a ponte para fazer fotos das corredeiras do rio e da Mata Atlântica. De acordo com a associação, a passarela tem mais de 45 anos e apresenta falhas na estrutura de sustentação, como rachaduras, por exemplo, e também alguns dos pranchões de madeira estão soltos.

Na época, a AMA Lumiar contou ao jornal que no feriado de 7 de setembro uma turista quase caiu do local: “Uma moça sentou na ponte e quase caiu no rio por causa de um pranchão que estava solto”, disse a presidente da Ama Lumiar, Sílvia Faltz. “Chamamos a Defesa Civil, que esteve aqui e constatou que a ponte está com problemas, mas não foi necessário interditá-la”.

Com o laudo da Defesa Civil, a associação encaminhou à prefeitura um ofício solicitando reparos na ponte. O pedido foi respondido pelo diretor regional da Subprefeitura de Lumiar e São Pedro da Serra, Jubher Lima, que afirmou que as vigas de madeira e 200 pranchões para as obras já haviam sidos adquiridos.

 

LEIA MAIS

Proposta será submetida a consulta pública para mais contribuições da sociedade

Visitas são gratuitas e abertas à população dois fins de semana por mês

Municípios estão fazendo o levantamento de todas as atrações ao longo dos 68 km da RJ-130

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: verão | Turismo