Polícia Civil vai começar a colher depoimentos sobre mortes suspeitas

Investigações estão em andamento. Casos não têm ligação entre si, segundo delegado de Nova Friburgo
terça-feira, 05 de setembro de 2017
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa

A Polícia Civil deve começar a ouvir nesta semana pessoas que podem ajudar a esclarecer as mortes de uma mulher, em São Geraldo, e dois homens no Bairro Ypu e nas Braunes. O casos aconteceram neste fim de semana em Nova Friburgo, mas não têm ligação segundo o delegado da 151ª DP, Henrique Pessoa.

Nas Braunes, um homem de 41 anos foi encontrado morto, na tarde de sábado, 2, dentro de casa e sem roupas. Policiais militares foram chamados para atender ocorrência de mal súbito e quando chegaram ao local, na Rua Visconde de Itaboraí, encontraram a mãe da vítima, de 74 anos, também nua, caída no quintal da casa, pedindo socorro.

De acordo com a PM, ela contou que é deficiente visual e não sabia onde estava o filho há dois dias. Nesse meio tempo, os agentes sentiram um cheiro forte vindo de dentro da casa, onde encontraram o homem morto.
A idosa foi levada para atendimento médico no Hospital Municipal Raul Sertã.

“Como a idosa é cega e sofre do Mal de Alzheimer, não poderá testemunhar sobre o caso. Vamos ouvir outras pessoas e aguardamos o resultados da perícia do Instituto Médico Legal (IML)”, disse o delegado.

Pessoa não quis dar detalhes sobre a morte de uma mulher em São Geraldo para não afetar as investigações. Na tarde de sábado, 2, o corpo foi encontrado com ferimentos na cabeça e no rosto na estrada que dá acesso a um haras no bairro. Pedaços de madeira com manchas de sangue foram encontrados próximo à vítima. O corpo estava em decomposição.

Já sobre o corpo do homem, de 42 anos, encontrado na madrugada de domingo, 3, na Rua Coronel Zamith, sob o Viaduto Geremias de Mattos Fontes, no Bairro Ypu, o delegado suspeita de mal súbito, porque não havia sinais aparentes de agressão e sangue nele. A polícia também aguarda o exame do IML.

 

Publicidade
Agora Faz
TAGS: