Polícia Civil já apura denúncia de furtos no Hospital do Câncer

Canteiro de obras estaria sendo saqueado. Obras estão paradas desde o ano passado
quarta-feira, 05 de julho de 2017
por Alerrandre Barros
Peças encontradas numa lixeira próxima ao futuro hospital (Foto\: Arquivo AVS)
Peças encontradas numa lixeira próxima ao futuro hospital (Foto\: Arquivo AVS)

A Polícia Civil está investigando, desde a última semana, a suspeita de furtos de materiais do canteiro de obras do Hospital do Câncer, na Ponte da Saudade. Segundo o delegado da 151ª DP, Henrique Pessôa, moradores dos arredores da obra estão sendo ouvidos. A intenção é detectar se algum deles percebeu movimentações estranhas no canteiro de obras abandonado ou flagrou algum furto

“Já ouvimos algumas testemunhas que viram a lixeira com as peças na rua. Estamos realizando outras diligências. A lixeira, no entanto, ainda não foi encontrada”, disse o delegado nesta terça-feira, 4.

De acordo com Pessôa, o inquérito foi aberto antes mesmo da notificação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), na última semana, que determinou à polícia o início das investigações após receber denúncia da Associação de Moradores e Amigos da Ponte da Saudade (Amaps).

No último dia 21 de junho, o presidente da Amaps, José Roberto Folly, encontrou uma lixeira contendo tubos de conexão e chapas de aço, na Rua Prefeito César Guinle, perto do hospital. Um morador contou a ele que viu, no dia anterior, um homem lançando a lixeira e sacolas com as peças por cima do portão do canteiro. As obras estão paradas desde o ano passado, devido à crise no estado.

Em nota, a Secretaria estadual de Obras informou que comunicou a denúncia à FW Empreendimentos Imobiliários e Construções Ltda para que “a empresa tome providências a fim de preservar o canteiro de obras, que é de sua responsabilidade”. A construtora disse que não ia comentar o assunto.

Não há prazo para retorno das obras, por isso, no dia 9 de agosto, a Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) vai realizar uma audiência pública para discutir a retomada dos serviços de reforma para implantação do hospital. O encontro, promovido pela Frente Parlamentar de Enfrentamento ao Câncer, também deve projetar o início do funcionamento da futura unidade de oncologia do estado.

Com orçamento de R$ 93,6 milhões - sendo R$ 10 milhões para desapropriação, R$ 45,7 milhões para as obras e R$ 35 milhões para compra de equipamentos - o projeto prevê que o Hospital do Câncer vai contar com 200 leitos, sendo 30 destinados à infância, cerca de 300 consultas por dia e até quatro mil cirurgias por ano. O unidade terá capacidade de atender 500 mil pessoas por ano.
 

LEIA MAIS

População quer que futuro governador se comprometa a reiniciar e finalizar projeto

Ação que marcou o início do Dezembro Laranja foi realizada em todo o país

Ação, desta segunda até sexta, marca a semana do Dia Mundial de Luta contra a Aids

Publicidade
TAGS: hospital | saúde