PM resgata e ajuda a encontrar novo lar para cão abandonado em Olaria

Cachorro estava assustado e tentou atacar outros pets antes da chegada da policial
quinta-feira, 31 de janeiro de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Carlos e o cão que adotou: ele perdeu um cachorro recentemente, de câncer (Divulgação)
Carlos e o cão que adotou: ele perdeu um cachorro recentemente, de câncer (Divulgação)

O 11º BPM publicou em sua página nas redes sociais a ação da policial militar, cabo Klein, que na noite desta quarta-feira, 30, resgatou um cão que estava vagando pela Praça 1º de Maio, em Olaria, e ameaçando outros cachorros da área. Sensibilizada pelo abandono, a cabo prendeu o cão em uma das grades da área de lazer, serviu água e comida e iniciou uma campanha para encontrar um novo lar para o animal.

Nas redes sociais ela contou a história do cachorro e tão logo iniciou-se uma corrente para tentar encontrar um novo lar. A ação da policial logo teve apoio de outros colegas militares e de vários voluntários civis. A cabo ainda contou com a ajuda de duas moradoras, identificadas como Camila e Débora.

Segundo a PM, que é lotada no Posto de Policiamento Comunitário (PPC) de Olaria, o cão estava assustado e algumas pessoas queriam agredi-lo por ele ter tentado atacar outros cães. Junto com as moradoras, ela tentou contato com alguns órgãos de proteção animal, sem sucesso.

E foi por meio da campanha na internet que veio a solução, um senhor chamado Carlos viu a publicação e na manhã desta quinta-feira, 30, esteve no PPC para adotar o cachorro. Ele contou à policial que tinha perdido um dos seus cães recentemente, em decorrência de um câncer, e que tinha espaço e vontade de adotar o animal.

Em sua rede particular, a cabo agradeceu o apoio de todos que colaboraram para que essa história tivesse um final feliz: “Obrigada a todos que ajudaram a compartilhar, que me ligaram para saber mais informações e que ajudaram de alguma forma. Nada disso seria possível sem a ajuda de vocês. Obrigada pelas mensagens de agradecimentos, apenas fiz o meu trabalho como policial, como ser humano”, escreveu Klein.

 

LEIA MAIS

Spray, sacolés e pequenas mudanças de hábito ajudam animais a enfrentar a estação

Prefeitura pede à população que evite essa prática, que pode ser prejudicial à saúde pública

Com chegada de filhote, apelidado de Caramelo, grupo aumentou para 5 animais e passou a incomodar, diz leitora

Publicidade
TAGS: pets