PM estoura gráfica que imprimia etiquetas de drogas para o tráfico

No material havia as inscrições CV 50 e CV 30, fazendo referência a facção criminosa
segunda-feira, 16 de julho de 2018
por Jornal A Voz da Serra
As etiquetas apreendidas na gráfica (Foto: 11 BPM)
As etiquetas apreendidas na gráfica (Foto: 11 BPM)

Policiais do 11º BPM apreenderam 11 mil etiquetas, que seriam usadas em embalagens de drogas, em uma gráfica no distrito de Conselheiro Paulino. O flagrante foi feito no último sábado, 14. Os militares chegaram ao local por volta das 13h, motivados por uma denúncia anônima. Um funcionário, de 30 anos, que estava produzindo as etiquetas no momento da chegada da PM, foi levado à delegacia para prestar depoimento.

Em depoimento, o homem contou ter recebido R$ 200 adiantado para fazer a logo, imprimir e cortar as 11 mil etiquetas para o tráfico de drogas do “Complexo do Floresta”. No material havia as inscrições CV 50 e CV 30, fazendo referência à facção criminosa Comando Vermelho. Ainda de acordo com o homem, o material seria entregue nesta terça-feira, 17.

O caso foi registrado na 151ª DP, onde o material ficou apreendido. O responsável pela produção foi liberado.

 

LEIA MAIS

Alunos do ensino fundamental receberam orientações sobre os malefícios causados pelas drogas e como afastar-se delas

Mais de R$ 3 mil reais são apreendidos em Cordeiro

Homem de 26 anos estava com 468 sacolés de "pó de R$ 15 " do CV. Mulher teve celular roubado

Publicidade
TAGS: Drogas | tráfico