PM acaba com comércio ilegal de armas no Jardinlândia

Na ação, que também apreendeu grande quantidade de munições, três homens foram presos
sábado, 16 de março de 2019
por Jornal A Voz da Serra
PM acaba com comércio ilegal de armas no Jardinlândia

 

Policiais militares do Serviço Reservado (P2), do 11º BPM, realizaram uma operação na tarde da última quinta-feira, 14, para reprimir o comércio ilegal de armas de fogo e munições no bairro Jardinlândia. Na ação, três homens, de 37, 40 e 45 anos, foram presos e apreendidas sete armas e grande quantidade de munições.

Os suspeitos estavam em uma residência na Rua Benjamin Constant. No local foram encontrados um revólver calibre 357, três revólveres 38, um revólver 22, uma pistola calibre 635 e uma garrucha 320, além de três coldres, uma cartucheira, três estojos com munições deflagradas e mais 225 munições de diversos calibres.

Os suspeitos foram levados para a 151° DP, onde foram autuados pelo crime de posse de arma de fogo e de munições de calibre restrito e de calibre permitido.

LEIA MAIS

Arsenal incluía revólver, espingardas, garruchas, cartuchos e potes de chumbo e de pólvora

PM fez operações em Cantagalo, Cordeiro e Trajano de Moraes nesta quinta

Foram apreendidos 7 espingardas, 2 pistolas, 2 rifles, 1 revólver e 1 fuzil, além de 6 espingardas de pressão e munições

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra