Pianista Marvio Ciribelli se apresenta em Friburgo após 14 anos

Show com entrada franca na Estação Livre faz parte do projeto “Niterói Além da Ponte”
segunda-feira, 13 de maio de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Marvio Ciribelli é a atração de show gratuito na sexta-feira 31 (Reprodução da web)
Marvio Ciribelli é a atração de show gratuito na sexta-feira 31 (Reprodução da web)

Após 14 anos sem tocar na cidade, o pianista niteroiense Marvio Ciribelli estará de volta a Nova Friburgo na sexta-feira, 31, a partir das 16h, num show com entrada franca, na Estação Livre, na Praça Getúlio Vargas. Ele tocará com os músicos friburquenses Rocyr Abbud e Sérgio Takahashi, com participação especial de Giovanni Bizzotto e Jozi Lucka. O show faz parte do projeto “Niterói Além da Ponte”.

Marvio tem 18 discos gravados, uma sólida carreira e um jeito próprio e inconfundível de lidar com música. Seu trabalho tem influência direta da fase de ebulição da bossa nova e do samba-jazz, em que seus mestres, Luizinho Eça (Tamba Trio) e Antônio Adolfo (Trio 3D), muito se destacaram.

Ciribelli gravou com o grupo holandês Focus (Thijs van Leer, Pierre van der Linden, Bobby Jacobs e Jan Dumée); com o lendário cantor John Lawton (do grupo inglês Uriah Heep) e com Freddy Cole, irmão de Nat King Cole. Além disso, se apresentou com Altay Velloso, Bibi Ferreira, Arthur Maia, Nilze Carvalho, Vanessa Rangel, Ronaldo do Bandolim, Alex Malheiros e Mamão (ambos do grupo Azymuth) e a cantora carioca Thaís Motta, de quem foi produtor musical e fonográfico por nove anos. Marvio também tocou em vários eventos pelo mundo, inclusive nos famosos Montreux Jazz Festival (Suíça) e Java Jazz (Indonésia).

O baterista Rocyr Abbud formou com Marvio Ciribelli o grupo Arte-Final, na segunda metade dos anos 80 (foto), além de ter tocado por 14 anos no grupo que acompanhou o pianista em seu trabalho solo, inclusive nos três discos gravados ao vivo em Montreux.

O baixista Sérgio Takahashi (Expresso Santiago) também tocou com Marvio Ciribelli, acompanhando o bluesman australiano Paul Daly.

O compositor e violonista Giovanni Bizzotto (que também fez parte do ArteFinal) lembrará, com Ciribelli, a composição da dupla, “Sans Souci”, e o tema “Mantra”, de Ciribelli.

Já a cantora Jozi Lucka vai cantar uma parceria de Marvio Ciribelli com Armando Schiavo, “Romance”, uma das principais músicas do mais novo CD do pianista, “Vogue Samba-Jazz”. Também no repertório do show, os choros Brejeiro e Apanhei-te Cavaquinho, de Ernesto Nazareth, em arranjos de Ciribelli para o novo CD.

 

LEIA MAIS

No teatro do Country Clube tem Camerata de Violões, dirigida por Valmyr Oliveira

Giovana Aguilera, 12 anos, unplugged: jovem talentosa de Friburgo fala de seus sonhos e planos musicais, como compor

Banda surgiu em 2003, em Friburgo, influenciada por um momento forte da cena underground na cidade, na época alimentada pelos shows que eram promovidos na Rua Portugal

Publicidade
TAGS: Música