Pedra do Cão Sentado agora é oficialmente patrimônio friburguense

Prefeitura poderá firmar, via licitação, convênios, acordos ou concessões com instituições públicas e privadas
terça-feira, 14 de janeiro de 2020
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
O Cão Sentado (Arquivo AVS)
O Cão Sentado (Arquivo AVS)

Agora é oficial. De acordo com o decreto 421, do último dia 7, publicado no Diário Oficial eletrônico de Nova Friburgo do dia 10, um dos símbolos postais do município, a Pedra do Cão Sentado, em Furnas do Catete, foi oficializada como “Monumento Natural Municipal”. O espaço conta com cerca de 69 hectares. A medida teve como objetivo assegurar a preservação do conjunto geológico formado naquela região pela Pedra do Cão Sentado, Toca da Onça, Igreja dos Macacos, Salão do Escoteiro, Pico do Charuto, Furnas Vinte Minutos, Quilha do Navio, Pia Sagrada, além dos remanescentes de Mata Atlântica do entorno.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano Sustentável de Nova Friburgo é o órgão gestor do Monumento Natural Municipal Pedra do Cão Sentado, cabendo implementar e promover a gestão ambiental da unidade, designando um gestor exclusivo para o desenvolvimento da unidade de conservação no prazo máximo de 60 dias.

Para assegurar a implantação adequada da unidade de conservação, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente poderá firmar convênios, acordos e/ou concessões via licitação ou termos de cooperação com instituições públicas e privadas. Entre os objetivos da criação do Monumento Natural Municipal Pedra do Cão Sentado, estão: garantir espaços verdes e livres para a promoção do lazer em área natural urbana e os serviços ecossistêmicos associados; preservar, conservar, proteger e recuperar o ecossistema de Mata Atlântica existente e o patrimônio geomorfológico da área; garantir a preservação dos sítios naturais raros, compostos por formação geológica única.

Além disso, quaisquer intervenções, obras, ações degradadoras ou atividades impactantes, incluindo modificação ou ampliação, seja de caráter público ou privado, dependerá de autorização e/ou licenciamento dos órgãos responsáveis pela tutela e gestão do Monumento Natural. Também fica previsto o acesso a recursos públicos, inclusive de fundo ambiental e de compensação ambiental, para apoiar as atividades de gestão, conservação, pesquisa, monitoramento, fiscalização e manutenção das características geológicas originais da unidade de conservação.

“Área é importante para a cidade”

Na edição de 6 dezembro de 2019, A VOZ DA SERRA já havia noticiado a realização de um estudo técnico para tornar a área em uma unidade de conservação. Na ocasião, o subsecretário de Preservação, Licenciamento, Monitoramento e Controle Ambiental, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Vicente Cereja, comemorou a iniciativa e enumerou seus benefícios para a cidade.

"Primeiramente esse projeto traz legalidade para uma área já conhecida como parque, uma área verde de visitação e importante como símbolo. Isso também trará legalidade enquanto área de conservação, que antes não era. O benefício disso é que vai haver um gestor e um controle maior das atividades que podem ocorrer no Parque do Cão Sentado. Sem dúvida, a iniciativa passa pela necessidade de preservação e conservação para termos uma área verde como ponto turístico, que possa ser preservada”, destacou Cereja.

Ainda de acordo com Vicente, o estudo técnico da Secretaria de Meio Ambiente que embasou o processo administrativo para a criação do “Monumento Natural”, já foi apresentado aos conselhos municipais de Meio Ambiente e de Turismo, além de ter sido submetido a uma consulta pública.

Parque Cão Sentado

Considerado um dos pontos turísticos mais bonitos de Nova Friburgo, o Parque Pedra do Cão Sentado funciona de quinta-feira à domingo e aos feriados, das 9h às 17h. Dentre as atividades oferecidas estão as trilhas, com distância da entrada do parque até o Mirante Cão Sentado de 700 metros de extensão, com duração de aproximadamente 35 minutos, de onde se tem a vista de um cão sentado com 111 metros de altura. O circuito completo visitando todos os pontos turísticos tem distância de 2.140 metros de extensão.

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: